Cena comum para o Flamengo em 2019: jogadores festejando mais um um gol
 - Daniel Castelo Branco
Cena comum para o Flamengo em 2019: jogadores festejando mais um um gol Daniel Castelo Branco
Por Yuri Eiras
Rio - Jorge Jesus se descabela à beira do campo. Gesticula, esbraveja, grita com seus comandados. Num primeiro momento, até parece que o Flamengo está perdendo. Mas o treinador é assim, e a postura não muda mesmo quando o time marca o primeiro, o segundo ou o terceiro gol. Recuar não é uma opção, e a equipe colhe frutos: com a vitória de 2 a 1 sobre o Cruzeiro, sábado, o Flamengo bateu os 100 gols marcados na temporada.
Os dois jogos disputados pela Florida Cup entram nessa conta. O Flamengo marcou três gols no torneio de pré-temporada dos Estados Unidos, outros 33 gols no Campeonato Carioca, quatro na Copa do Brasil, 16 na Libertadores e incríveis 44 no Brasileiro. Os 100 gols marcados em nove meses mostram o poder ofensivo do time. Gabigol é o artilheiro do Brasil (31 gols) e o segundo maior do mundo, segundo levantamento do site 'Globoesporte.com'. Ele só perde para o marroquino Abderazzak Hamdallah, do Al Nassr, da Arábia Saudita, com 41.
Publicidade
Gabigol, claro, é fundamental nessa marca de 100 gols, mas não só ele. Bruno Henrique soma 18 gols e Arrascaeta 14. No Campeonato Brasileiro, só o trio soma 33 gols, mais que todos os outros 19 times da Série A.