Conflitos levam decisão para o Peru

Conmebol tira final da Libertadores de Santiago. Duelo entre Flamengo e River Plate será em Lima, no dia 23

Por O Dia

Em protestos pelo país, foram contabilizados pelo menos 22 mortos, milhares de feridos e detidos, além do registro de saques, incêndios e danos materiais milionários.
Em protestos pelo país, foram contabilizados pelo menos 22 mortos, milhares de feridos e detidos, além do registro de saques, incêndios e danos materiais milionários. -

A terça-feira foi decisiva para Flamengo e River Plate, rivais na final da Libertadores. Dirigentes dos clubes, juntamente com os da CBF, da Associação do Futebol Argentino e da Conmebol, se reuniram na sede da entidade que organiza a competição sul-americana, em Luque, no Paraguai, para, enfim, bater o martelo e anunciar o novo local da decisão, confirmada para o dia 23, agora em Lima. Antes determinada para Santiago, no Chile, a final precisou mudar de local depois que a onda de protestos aumentou nas ruas da capital chilena.

O encontro em Luque contou com os presidentes de Flamengo e River Plate, respectivamente Rodolfo Landim e Rodolfo D'Onofrio, assim como os presidentes da CBF, Rogério Caboclo, e da AFA, Claudio Tapia. A reunião foi tranquila e teve um clima ameno, mas cansativa, com direito a 'coffe break', e durou pouco mais de cinco horas (começou às 14h27 e terminou 19h38). Porém, antes de todos deixarem a sala, a notícia que valeria ouro vazou: os clubes e a Conmebol decidiram transferir a final para o Estádio Monumental de Lima, no Peru, na mesma data marcada anteriormente, dia 23, mas ainda sem horário definido.

A Conmebol tentou manter o jogo em Santiago, mas percebeu que o clima no Chile piorou e optou por chamar representantes de Flamengo e River Plate para tomar a decisão em conjunto.

Outro local estudado pelas partes foi Assunção, no Paraguai, mas um fator pesou contra. A capital paraguaia vai receber o Mundial de Futebol de Areia dos dias 21 deste mês a 1º de dezembro. Com isso, 16 seleções estarão na cidade, o que a inviabilizaria de garantir uma estrutura minimamente necessária para os dois clubes se prepararem para a decisão.

Para os torcedores que já tenham comprado ingresso para a final em Santiago e que não quiserem comparecer a Lima, a Conmebol anunciou que vai reembolsar o valor dos bilhetes pela mesma forma com que foram adquiridos, mas não se responsabilizará pelos gastos com passagens.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários