Muros da sede do Flamengo, na Gávea, são pichados durante a madrugada; veja fotos

Torcedores manifestaram apoio ao vice de futebol Marcos Braz e criticaram o vice de relações externas Luiz Eduardo Baptista, o Bap

Por Venê Casagrande

Muros da Gávea foram pichados em apoio a Braz e criticando Bap
Muros da Gávea foram pichados em apoio a Braz e criticando Bap -
Rio - A demissão do gerente de futebol Paulo Pelaipe, na última segunda-feira, desencadeou uma verdadeira guerra política no Flamengo. Na madrugada desta terça-feira, os muros da sede do clube, na Gávea, Zona Sul do Rio, foram pichados em apoio ao vice de futebol, Marcos Braz, e pedindo a saída do vice de relações externas Luiz Eduardo Baptista, o Bap. A reportagem de O Dia passou pelo local volta das 4h e registrou os dizeres.
As pichações também pediam a rescisão de contrato com a X-Tudo, empresa responsável pela comunicação do clube. Nas redes sociais, existe um forte movimento pedindo a saída da agência, que vem recebendo muitas criticas por conta de seu trabalho.
“Fora BAP, seu mer**“, “Fechado com Braz” e “Fora X-Tudo“, foram algumas das frases escritas nos muros da Gávea.
 
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários