Torcedor do Flamengo agredido por uruguaios morre após dez meses internado

Roberto Vieira foi vítima antes de jogo da Libertadores no ano passado

Por Venê Casagrande

Roberto Vieira de Almeida, torcedor do Flamengo agredido, segue internado no Hospital Miguel Couto, onde está desde abril
Roberto Vieira de Almeida, torcedor do Flamengo agredido, segue internado no Hospital Miguel Couto, onde está desde abril -
Rio - O torcedor do Flamengo Roberto Vieira, agredido por torcedores do Peñarol em abril do ano passado, faleceu nesta madrugada. O torcedor ficou mais de dez meses internado. A informação foi confirmada pelo Jornal O Dia com Rubens, irmão de Roberto.
Roberto Vieira foi agredido em Copacabana, horas antes da partida entre Flamengo e Peñarol pela Libertadores. Ele veio do Espírito Santo para o Rio de Janeiro para assistir o confronto pela fase de grupos do torneio.
A situação lamentável aconteceu no dia 3 de abril no ano passado. O Flamengo perdeu por 1 a 0 para o Peñarol na única derrota que sofreu no Maracanã na vitoriosa campanha do título da Libertadores de 2019.
Há quatro meses, Roberto tentou uma transferência do Hospital Miguel Couto, na Zona Sul, para Vitória, no Espírito Santo, cidade onde ele morava, mas acabou tendo que permanecer na capital do Rio de Janeiro.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários