Campeão do Mundo em 1970 polemiza e afirma que nem o Flamengo se salva na 'sofrível safra brasileira'

Ex-jogador afirmou que não escalaria nenhum jogador do clube carioca no time titular da Seleção

Por O Dia

Arrascaeta
Arrascaeta -
Rio - Campeão do Mundo pela seleção brasileira em 1970, Paulo Cezar Caju é um dos maiores críticos do atual momento do futebol brasileiro. Apesar de reconhecer o bom momento do Flamengo, o ex-jogador afirmou que não escalaria nenhum jogador do Rubro-negro na atual Seleção.
"Por saberem que sou um crítico ferrenho do futebol atual adoram me provocar nas ruas com perguntas variadas. “PC, quem você escalaria do time do Flamengo de titular na seleção brasileira?”, me questionou um jovem, no metrô. Sem pensar, respondi ninguém. E sem qualquer clubismo gostaria que os rubro-negros respondessem também", afirmou em texto publicado na revista "Veja".
O ex-jogador elegeu um estrangeiro como o principal destaque do clube carioca. "O jogador mais inteligente do Flamengo, Arrascaeta, é uruguaio e nem titular de sua seleção é. A fase do Flamengo é maravilhosa e o torcedor tem mais é que comemorar, mas isso não me impede de continuar dizendo que há alguns anos a nossa safra de jogadores é sofrível, no Brasil e no exterior", opinou.

Comentários