Abel elogia sua equipe e critica falta de fair play dos jogadores do Flamengo

Normalmente avesso a comentar sobre o assunto, o treinador tricolor se mostrou muito irritado com a postura do árbitro Flávio Rodrigues de Souza

Por O Dia

Rio - O Fluminense completou quatro rodadas sem vencer no Campeonato Brasileiro e mais uma vez deixou um triunfo sobre o Flamengo escapar nos últimos minutos. Mas o que tirou Abel Braga do sério foi a arbitragem. Normalmente avesso a comentar sobre o assunto, o treinador tricolor se mostrou muito irritado com a postura de Flávio Rodrigues de Souza.

Abel Braga criticou muito o árbitro do Fla-FluNelson Perez/ Fluminense F.C. / Divulgação

A principal reclamação foi no momento do segundo gol do Flamengo, quando Richarlison esperava para voltar a campo após ser atendido por estar sangrando na cabeça.

"É um empate por uma série de fatores. Fair play passou longe. Richarlison tomou seis pontos na cabeça, mas eles continuaram o jogo. E quando a bola foi cortada pelo Léo, Richarlison estaria naquele lugar, mas o árbitro não o deixou entrar. Tem nada a ver? Não sei. Só sei que estava com um a menos na hora do gol de empate", reclamou Abel, que perdeu Orejuela, com um trauma no tornozelo esquerdo, após entrada dura de Conca, e preocupa. Wendel também saiu com proteção no joelho esquerdo.

"Não teve nem amarelo. E seria pouco. Não sei se o Conca perdeu a cabeça pela vaia que recebeu da torcida", disse Abel, que apesar da irritação, defendeu seu grupo. Ao lembrar que a torcida criticou o time contra o Grêmio, ele ressaltou o espírito guerreiro: "Não somos sem vergonha. Minha equipe luta dentro do que pode dar. Vamos continuar. Se tiver apoio, muito melhor. Nós temos coragem".