Mais Lidas

Em jogo equilibrado, Fluminense acaba derrotado pelo líder Corinthians

Balbuena marcou, pelo alto, o único gol da partida, no segundo tempo

Por gabriel.santos

Rio - Na estreia do novo uniforme, inspirado na Máquina Tricolor, o Fluminense não demonstrou o mesmo futebol envolvente da década de 1970 e acabou sendo derrotado pelo Corinthians pelo placar de 1 a 0.

Fluminense esbarrou em boa atuação defensiva do CorinthiansAlexandre Brum / Agência O Dia

Em jogo bastante equilibrado, sem muitas oportunidades para nenhum dos dois lados, o Corinthians confiou no jogo aéreo para abrir o placar com Balbuena, após escanteio cobrado por Giovanni Augusto. O Fluminense chegou a assustar e Scarpa carimbou a trave de Cássio, mas não teve forças para buscar o empate.

Nos últimos minutos, os mandantes assustaram em bolas paradas e reclamaram pênalti, mas esbarraram no goleiro adversário, que fez grande defesa em finalização já na pequena área e, pouco depois, em cabeçada de Peu. Richarlison chegou a marcar nos acréscimos, mas o gol foi bem anulado.

Com a derrota, o Fluminense cai para a 10ª posição na tabela do Brasileirão, mantendo os 21 pontos. Enquanto isso, o Corinthians se isolou ainda mais na liderança, voltando a abrir nove pontos de vantagem para o Grêmio, segundo colocado.

O próximo compromisso do Tricolor das Laranjeiras será neste meio de semana, quando a equipe viaja para o Equador, buscando a classificação para as oitavas de final da Copa Sul-Americana, contra a Universidad Católica-EQU.

O JOGO

O primeiro tempo foi morno, com raríssimas chances de gol - todas desperdiçadas pelos atacantes. O Corinthians apostava nas jogadas pela esquerda com Guilherme Arana e Romero, mas insistia exageradamente nas bolas aéreas. No Fluminense também sobrava vontade, mas faltava inspiração. A equipe parecia mais preocupada em não oferecer espaço para o contra-ataque corintiano do que em pressionar o adversário.

O Corinthians ainda teve um pênalti não marcado aos 33 minutos. Após cobrança de escanteio de Giovanni Augusto, Jô foi puxado pela camisa por Léo, mas o árbitro ignorou o lance.

A história do jogo mudou aos quatro minutos do segundo tempo, quando o Corinthians abriu o placar. Em nova cobrança de escanteio de Giovanni Augusto, o zagueiro paraguaio Balbuena subiu mais alto do que Henrique e cabeceou firme para o fundo do gol, sem defesa para o goleiro Júlio César.

Com o Corinthians em vantagem, o Fluminense se viu obrigado a sair mais para o ataque e, assim, ofereceu mais espaço para os contragolpes do adversário. A partida ficou mais aberta, mas os atacantes dos dois times pecaram nas finalizações. Melhor para o líder do Brasileirão, que soube controlar a posse de bola até o apito final.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 0 x 1 CORINTHIANS

FLUMINENSE - Júlio César; Renato (Mateus Norton), Frazan, Henrique e Léo; Orejuela, Marlon Freitas (Matheus Alessandro) e Wendel; Gustavo Scarpa, Richarlison e Henrique Dourado (Peu). Técnico: Abel Braga.

CORINTHIANS - Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Balbuena e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Giovanni Augusto (Pedrinho), Rodriguinho (Camacho) e Romero (Clayson); Jô. Técnico: Fábio Carille.

GOL - Balbuena, aos 4 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Léo e Frazan (Fluminense); Rodriguinho e Balbuena (Corinthians).

ÁRBITRO - Rafael Traci (Fifa/PR).

RENDA - R$ 654.360,00.

PÚBLICO - 21.105 pagantes.

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

*Com informações do Estadão Conteúdo

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia