Gustavo Scarpa tem mandado de segurança negado e segue vinculado ao Fluminense

Maioria dos desembargadores deu vitória parcial ao clube carioca

Por O Dia

Fluminense e Scarpa estão se enfrentando judicialmente
Fluminense e Scarpa estão se enfrentando judicialmente -

Rio - O Fluminense obteve mais uma vitória jurídica sobre o apoiador Gustavo Scarpa. Nesta quinta-feira, o Tribunal Regional do Trabalho do Rio (TRT-RJ) negou o mandado de segurança pedido pelo meia para se desvincular do clube carioca. Com o placar de 8 a 3, a maioria dos desembargadores votaram a favor do Tricolor.

Os advogados de Scarpa solicitaram que o atleta possa seguir trabalhando até que o caso tenha um desfecho definitivo. Caso fosse vencedor, o jogador poderia voltar a vestir provisoriamente a camisa do Palmeiras.

Scarpa acertou com o clube paulista após conseguir uma liminar na justiça que anulava seu vínculo com o Fluminense. Dois meses depois, o Tricolor anulou a decisão. Scarpa chegou a jogar oito jogos pelo Palmeiras e marcou dois gols.

A briga judicial começou em dezembro, quando o jogador acionou a Justiça para além da rescisão, cobrar R$ 9 milhões do Fluminense. A dívida seria referente a salários, férias e 13º atrasados, bem como parcelas do FGTS.