Mais Lidas

Fluminense leva castigo no fim e só empata com o Nacional pela Sul-Americana

Tricolor precisará buscar a classificação no Uruguai

Por HUGO PERRUSO

Fluminense empatou no Rio
Fluminense empatou no Rio -

Rio - A incompetência tricolor cobrou um alto preço na primeira partida do confronto com o Nacional do Uruguai. Em casa, o Fluminense vencia com gol de Gum e poderia até ter ampliado. Sem conseguir aproveitar os ataques, o time de Marcelo Oliveira foi punido no fim ao sofrer o empate de Zunino. Com o 1 a 1 no Engenhão, o Fluminense vai decidir a classificação para a semifinal da Copa Sul-Americana em Montevidéu, quarta-feira, precisando vencer ou arrancar um empate acima de dois gols. Um 0 a 0 classificará os uruguaios.

Para tentar repetir a fórmula das fases anteriores e abrir boa vantagem em casa, o técnico Marcelo Oliveira optou por colocar Matheus Alessandro no lugar de Léo. Um atacante na lateral direita para partir para cima. O problema é que, ao contrário dos outros adversários, o Nacional não ficou na retranca e marcou a saída de bola tricolor.

O Fluminense teve dificuldade de sair da defesa e errou passes que, por pouco, o Nacional não aproveitou. Na principal delas, Zunino tocou por cima de Júlio César e Ayrton Lucas salvou, aos 10.
Mesmo sem chegar com eficiência o Fluminense abriu o placar em jogada de bola parada, aos 17. Sornoza levantou e Gum cabeceou para fazer 1 a 0. A arbitragem marcou impedimento, mas, após revisão do VAR (que passou a ser usado nessa fase da Sul-Americana), o gol foi validado.
Então, o Fluminense passou a desperdiçar muitos ataques. A defesa seguiu com problemas no posicionamento e os uruguaios quase empataram em cruzamentos para Bergessio e Oliva.
Na volta do intervalo, o Fluminense reforçou o meio com Airton no lugar do inoperante Matheus Alessandro, com Jadson na direita. O time jogou melhor e até dominou, só que se enrolou no último passe para finalizar.

Quando finalmente criou uma chance, o Fluminense teve um gol bem anulado, de Luciano, aos 30, que estava impedido no lançamento de Sornoza. Mas a incompetência tricolor acabou sendo punida aos 42. O Nacional teve uma sequência de duas faltas e obteve um escanteio. Na cobrança, Zunino subiu mais do que a defesa e empatou, para a grande decepção da torcida.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 1 x 1 NACIONAL

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 24/10/2018

Horário: 19h30 (horário de Brasília)

Árbitro: Patrício Loustau (ARG)

Assistentes: Juan P. Belatti (ARG) e Ezequiel Brailovsky (ARG)

Cartões amarelo: Digão (FLU)

Gols: Gum, aos 17min do primeiro tempo; Zunino, aos 42min do segundo tempo

Fluminense: Júlio César; Ibañez, Gum (Paulo Ricardo) e Digão; Matheus Alessandro (Airton), Richard, Jadson, Sornoza (Danielzinho) e Ayrton Lucas; Everaldo e Luciano / Técnico: Marcelo Oliveira

Nacional-URU: Conde; Fucile, García, Rolín e Espino; Zunino, Romero (Barcia), Oliva, Castro e De Pena (Aguiar); Bergessio. / Técnico: Alexander Medina

Quando finalmente criou uma chance, o Fluminense teve um gol bem anulado, de Luciano, aos 30, que estava impedido no lançamento de Sornoza. Mas a incompetência tricolor acabou sendo punida aos 42. O Nacional teve uma sequência de duas faltas e obteve um escanteio. Na cobrança, Zunino subiu mais do que a defesa e empatou, para a grande decepção da torcida.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia