Roger Machado
Roger MachadoMailson Santana/Fluminense FC
Por O Dia
Depois de três vitórias seguidas com os reservas, Roger Machado ainda não venceu desde que passou a utilizar os titulares do Fluminense. Com derrota para Volta Redonda (3 a 2) e empate com o Vasco (1 a 1) pelo Campeonato Carioca, o treinador vê um desequilíbrio entre os setores ofensivo e defensivo e já pensa em fazer alterações na equipe.
"Precisamos equilibrar, encontrar isso a partir da troca do sistema ou da característica de algum jogador para atacar com volume mas sem sofrer contra-ataques como estamos sofrendo. Parece que estamos fazendo uma briga de rua, estamos cedendo muitos espaços. Estamos um pouco desprotegidos pelo número de jogadores que colocamos à frente da linha da bola. É esse equilíbrio que precisamos buscar a partir desse momento", analisou o treinador tricolor.
Publicidade
Com atuações abaixo da média, Lucca e Frazan são os mais cotados para deixar o time. Luiz Henrique é outro que também pode ser sacado. SE não tiver mais problema muscular, Luccas Claro deve retornar e Wellington pode receber uma chance no meio.
Além da mudança nas peças do elenco, Roger Machado também conta com a chegada de reforços para a estreia na Libertadores, no fim de abril. Ele se mostrou otimista na chegada de mais jogadores nos próximos dias. Entre os principais alvos está William, do Palmeiras. Matheus Babi, do Botafogo, e David Braz, do Grêmio, também interessam.
Publicidade
"Temos feito duas ou três reuniões por semana. Não são tão fáceis as questões de acerto e prospecções no mercado. Temos algumas situações em estágio relativamente avançado, esperando resposta concreta. Mercado está agitado. Estamos trabalhando muito para definir algumas questões para que os reforços cheguem para encorpar o grupo", afirmou.