Fred
FredDivulgação / Fluminense
Por O Dia
Rio - Desde que retornou ao Fluminense no ano passado, Fred já escreveu novas histórias com a camisa tricolor. Desde a volta à Libertadores, após oito anos ausente, até ter se tornado o segundo maior artilheiro da história do clube carioca, o centroavante também se mostra bastante importante dentro e fora de campo na liderança do atual grupo comandado por Roger Machado. No entanto, há algo que ainda não aconteceu e também não tem previsão de acontecer: o reencontro do ídolo com os torcedores em uma partida.
Publicidade
Fred voltou ao Fluminense já durante a pandemia da Covid-19 e por conta disso não participou de nenhum jogo com público desde o seu retorno. Acostumado a ser aclamado com os gritos de "O Fred vai te pegar!", o centroavante admite estar sentindo aquela saudade da torcida que o colocou nos braços e o tem como um dos maiores ídolos de todos os tempos.
"Ter a galera no estádio faz muita diferença. A gente sofre com isso, com a ausência, algo que já dura mais de um ano. E eu mais ainda, por ter voltado ao clube e ainda não ter tido a oportunidade de reencontrar a torcida. Mas a gente tem que se adaptar. O mundo vive um momento complicado, a gente entende, e enquanto isso nós vamos aguardando essa volta da torcida ansiosamente", declarou o camisa 9 em entrevista ao site oficial do Fluminense.
Publicidade
Na última terça-feira, levantou-se a possibilidade das finais do Carioca entre Flamengo e Fluminense contarem com a presença de 30% do público no Maracanã. Apesar da postura favorável do Rubro-Negro e da Ferj, a prefeitura do Rio de Janeiro vetou a possibilidade. Em nota oficial, o Tricolor também se posicionou de forma contrária ao retorno do público nos estádios neste momento da pandemia.