Sargento preso por importunação sexual

Por IG - Último Segundo

Um terceiro sargento da Marinha de 35 anos foi preso em flagrante, ontem, por ejacular encostado ao corpo de uma mulher no ônibus da linha Trindade-Niterói, na altura de Neves, bairro de São Gonçalo.

Priscila Trindade Alcântara, 32 anos, contou a O DIA que seguia para o trabalho quando entrou no ônibus lotado e o homem se levantou para ceder o lugar para ela, ficando em pé ao seu lado. A servidora percebeu que ele estava excitado e que só se afastou quando viu que ela iria começar a filmar, revelando a calça já ejaculada. Ela gritou por socorro, os passageiros contiveram o assediador e chamaram os policiais militares, que o prenderam.

"Isso acontece diariamente, infelizmente, me senti muito mal, não tem como ficar bem. Mas não vou me calar, porque isso é inadmissível. As mulheres não devem se calar, não podem tolerar isso. Espero que ele pague por isso. Que outras vítimas o reconheçam e denunciem", disse Priscila à reportagem.

O preso foi levado para a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de São Gonçalo e autuado em flagrante. A pena prevista por importunação sexual é de um a cinco anos de prisão. O abusador passará por uma audiência de custódia, que decidirá se ele permanece preso ou responderá pelo crime em liberdade.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários