Milicianos presos por extorsão

Eles obrigavam comerciantes a abrir as lojas

Por IG - Último Segundo

Policiais da 60ª DP (Campos Elíseos) prenderam em flagrante, na sexta-feira, os milicianos Alexandre da Silva dos Santos, conhecido como Bichinho, e Thiago Montenegro da Silva. Eles foram capturados quando extorquiam e recolhiam dinheiro de comerciantes de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

De acordo com o delegado Uriel Nunes, titular da 60ª DP, Alexandre e Thiago fazem parte do grupo paramilitar que age em Saracuruna, Vila Urussaí e Jardim Primavera. O bando tem obrigado os comerciantes locais a permanecerem com os estabelecimentos abertos, apesar da determinação do governo do estado para que fiquem fechados por causa da pandemia da Covid-19.

Os policiais chegaram até os dois milicianos através de denúncias de que eles estavam extorquindo os comerciantes em uma moto. O veículo foi interceptado no Jardim Primavera, mas os criminosos fugiram. Houve perseguição por cerca de quatro quilômetros, até que os milicianos se entregaram, em Saracuruna — estavam com um revólver e R$ 489 em espécie, fruto da extorsão.

Segundo o delegado, Bichinho ainda é investigado por participar de um ataque a tiros contra o também miliciano Welison Jhonata Martins Alves, o Dominguinhos, em dezembro.

Comentários