Ecko, chefe da maior milícia do estado do Rio, continua foragido - Divulgação / Polícia Civil
Ecko, chefe da maior milícia do estado do Rio, continua foragidoDivulgação / Polícia Civil
Por IG - Último Segundo

Agentes da Delegacia Especializada em Armas, Munição e Explosivos (Desarme) prenderam, na quinta-feira, dia 23, dois suspeitos de integrar a quadrilha do miliciano Wellington da Silva Braga, o Ecko, o chefe da maior milícia do estado, de acordo com investigações.

Os milicianos Alex Barbosa Lisboa e Vinícius Silva dos Santos foram abordados no momento em que faziam cobranças nos comércios no bairro Parque Araruama, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Os dois foram localizados graças a um monitoramento feito pelo setor de inteligência da Desarme.

No momento da abordagem, Alex e Vinícius fugiram num Ford KA prata. Os agentes perseguiram o carro por diversas ruas, até conseguirem fazer com que o veículo parasse. Com os presos foram apreendidos duas pistolas calibre 9mm, R$ 1.645 e um caderno com anotações referentes à cobrança feita pela quadrilha aos comerciantes. Alex e Vinícius foram levados para a sede da Desarme, na Cidade da Polícia, na Zona Norte do Rio. Os dois foram autuados em flagrante por porte ilegal de arma e formação de milícia armada. Ecko continua foragido.

Você pode gostar
Comentários