Previdência dos servidores apresenta resultados positivos, na contramão da realidade nacional

Macaeprev tem superávit, soma quase R$ 3 bilhões de patrimônio e garante pagamento de salários e benefícios pelos próximos 20 anos

Por O Dia

Vista aérea da cidade de Macaé
Vista aérea da cidade de Macaé -
Macaé — A situação crítica enfrentada pelos sistemas previdenciários nacional e estaduais e municipais dominou o noticiário político-econômico ao longo do ano. Enquanto se discute em Brasília formas de incluir as unidades de federações e os municípios nas mudanças na Previdência, Macaé apresenta resultados excepcionais na gestão do fundo de aposentadoria de seus servidores. Na contramão do verificado pelo país, a Macaeprev registra saldo positivo em seu balanço e acumula quase R$ 3 bilhões em patrimônio.
O resultado é reflexo de medidas de austeridade implementada pela gestão municipal nos últimos quatro anos. Este ano, houve redução de mais de R$ 100 milhões com despesa de pessoal, o que permite o pagamento em dia dos salários dos 14 mil funcionários públicos, incluindo o 13º.
Apenas entre 2017 e este ano, a reserva do Macaeprev aumentou em mais de R$ 900 milhões. Além de manter a folha mensal dos ativos em dia, esse equilíbrio garante a manutenção dos benefícios dos 2 mil servidores aposentados, e dá segurança para aqueles que virão a encerrar suas carreiras pelos próximos 20 anos.
Tal eficiência e responsabilidade garantiu a Macaé a renovação sistemática do Certificado de Regularidade Previdenciário (CRP), com respeito a 34 critérios exigidos pelo Ministério da Previdência.
E não é só o funcionalismo que se beneficia desses esforços. De forma ampla, a população macaense sente os efeitos positivos do equilíbrio das contas públicas. Sem precisar realocar dinheiro de outras áreas para cobrir rombos, a prefeitura pode investir setores como infraestrutura e saúde.

Comentários