Alunos do Colégio Estadual São Francisco de Assis aprenderam sobre o patrimônio e a história mageense.Divulgação/Gilson Costa Jr.

Magé - Após contemplar mais de 3 mil alunos da rede municipal de ensino, o projeto “Educação Patrimonial – O Patrimônio é de Todos” realizado pela Prefeitura, através de Departamento de Cultura, recebeu pela primeira vez alunos da rede estadual. A turma do 1º ano do Ensino Médio do Colégio Estadual São Francisco de Assis, do Jororó, participou da visita ao Complexo Ferroviário de Guia de Pacobaíba, onde aprenderam sobre o patrimônio e a história mageense.
“Muitos dos nossos alunos buscam conhecimento e valorizam o que há fora de Magé, então entendemos que valorizar a nossa terra é o que deveria acontecer primeiro. Trazê-los para participar desse projeto é muito interessante por resgatar a nossa história e abrir a mente deles para o que temos em nosso município”, afirmou Danielle Gonçalves, coordenadora pedagógica do colégio. “É através desse conhecimento que os alunos vão ter essa responsabilidade de preservação do patrimônio histórico mageense”, completou a professora de história Mônica Ribeiro.
Durante o percurso imersivo, os alunos passaram por 6 pontos históricos no Complexo Ferroviário: a Rotunda Histórica, os trilhos, a Casa do Agente, a Estação Guia de Pacobaíba com a réplica da locomotiva Baronesa, o Píer Mauá e a Baía de Guanabara. Os professores Ricardo Pereira e Márcio Emerick passaram o conhecimento histórico sobre cada um desses pontos, com a participação ainda dos personagens Barão de Mauá e sua esposa Maria Joaquina.
A aluna Maria Angélica aprovou a experiência. “Muitas vezes não temos essa oportunidade que estamos tendo hoje e eu acho muito importante conhecer os pontos turísticos, a importância que Magé teve lá atrás. Eu já conhecia algumas coisas, mas nunca tive a oportunidade de estar. Agora posso passar esse conhecimento para frente, para minha família, e para outras pessoas virem conhecer”, disse.
As escolas estaduais que se interessarem em participar do projeto devem preencher o formulário de inscrição https://surveyheart.com/form/613b5b2ea4ddc8445457d92c#welcome através de um representante, preferencialmente o diretor-geral ou coordenador pedagógico. Para mais informações é só entrar em contato através do e-mail [email protected] Serão recebidos grupos de até 30 alunos e 5 profissionais e a Secretaria de Educação e Cultura disponibilizará transporte às unidades interessadas.
“Estamos trabalhando para possibilitar esse contato dos alunos mageenses com sua própria história, com a memória coletiva e com os patrimônios que são para todos nós a nossa identidade. Queremos unir educação e patrimônio em vista de preservar a nossa herança cultural. Os alunos estão acostumados a visitar museus com paredes e portas, e aqui é um museu diferente, de percurso ao ar livre, sendo uma forma de inclusão cultural desses alunos”, finalizou o diretor do Departamento de Cultura, Alexsandro Rosa.