PM de UPP morre após troca de tiros em Realengo

Policiais faziam patrulhamento em comunidade quando foram recebidos a tiros por traficantes

Por adriano.araujo , adriano.araujo

Rio - Um soldado da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Favela do Batan, em Realengo, Zona Oeste, foi morto com um tiro no rosto na madrugada desta segunda-feira durante troca de tiros com traficantes na comunidade Curral das Éguas, que fica na região.

De acordo com a PM, os policiais passaram em patrulhamento pela Rua São Pedro de Alcântara quando traficantes iniciaram o tiroteio. Foi pedido reforço pelo rádio e o soldado Paulo Ricardo Fontes Carreira, um dos que atenderam ao pedido, foi atingido logo ao chegar. Ele ainda foi socorrido para o Hospital Estadual Alberto Schweitzer, em Realengo, mas não resistiu e morreu.

Ainda segundo ainda a PM, a investigação será conduzida pela Divisão de Homicídios (DH). Ninguém foi preso. O enterro do soldado Carreira está previsto para as 15h30 desta segunda-feira, no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na Zona Oeste.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia