Policial do Bope morre durante operação no Morro da Covanca

Outros dois militares do Bope ficaram feridos durante troca de tiros com criminosos

Por cadu.bruno

Rio - Um policial do Batalhão de Operações Especiais (Bope) morreu durante operação realizada nesta sexta-feira no Morro da Covanca, em Jacarepaguá, na Zona Oeste da cidade. De acordo com a polícia, outros dois militares do Bope ficaram feridos após troca de tiros com criminosos. O objetivo da ação é reprimir o tráfico de drogas na região.

Segundo a PM, os três oficiais perseguiam bandidos que estavam escondidos na mata quando foram surpreendidos e baleados, já na divisa com o Morro do Dezoito, na Água Santa. O sargento Marco Antônio Gripp, 47 anos, morreu no local. 

Policiais recolheram armamento, drogas e material do tráfico na CovancaSeverino Silva / Agência O Dia

O policial tinha 27 anos de serviço na Polícia Militar, sendo 11 deles no Bope, onde concluiu o Curso de Operações Especiais (COEsp). Foi o primeiro colocado no Curso de Ações Táticas (CAT), também do Bope, e formado no Curso de Adestradores de Cães para Emprego Policial (Cacep), do Batalhão de Ações com Cães (BAC). Ele deixa cinco filhos.

Os outros feridos foram socorridos e levados para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, na Zona Norte. Não há informações sobre o estado de saúde da dupla.

Subtenente Gripp, morto em confronto com bandidos nesta sexta-feiraSeverino Silva / Agência O Dia

Por volta das 11h30, eram ouvidos muitos tiros vindos da comunidade. Segundo o porta-voz do Bope, major Ivan Blaz, os policiais vão realizar uma varredura na mata onde houve o confronto. De acordo com ele, é possível que criminosos tenham sido mortos ou feridos na operação.

Policiais do Batalhão de Ações com Cães (BAC), Batalhão de Choque, Grupamento Aeromarítimo (GAM), 18º BPM (Jacarepaguá) e 3º BPM (Méier) foram acionados e participam da incursão.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia