Sete jovens que fumavam maconha no Leblon são levados à delegacia

Fato ocorreu em frente à casa do governador, onde há manifestantes do grupo 'Ocupa Cabral'

Por julia.amin

Rio -Sete pessoas que estavam na frente da casa do governador Sérgio Cabral foram levadas à para 14ªDP (Leblon) por policiais militares do 23ºBPM (Leblon). Segundo a polícia, todos eles estavam fumando maconha, inclusive um menor de idade. 

De acordo com o delegado auxiliar Alessandro Thiers, os detidos não fazem parte do "Ocupa Cabral", movimento que pede a saída do governador. Três deles têm passagem pela polícia por porte de droga, lesão corporal, desobediência e desacato à autoridade. Isabelle Silva dos Santos, Caique Cardoso Meirelles, Jefferson Coutinho Clementino Nunes, Tatiana de Moura Gazale, Carolina da Silva Marques, Alison Felix de Souza e um menor de idade serão liberados nesta segunda-feira

Cinco pessoas protestam em frente à delegacia. Já no Leblon, cerca de seis pessoas continuam acampadas em frente à casa do governador. Segundo Thiers,  manifestantes não serão retirados de seus acampamentos. "A polícia só pode agir se houver vandalismo e violência. Até o momento, a responsabilidade é da Guarda Municipal", disse o delegado.

Manifestantes são revistados durante protesto em frente à casa de Sérgio Cabral%2C no LeblonAlessandro Costa / Agência O Dia

"Olha (Sic) nós aqui de novo! Neste momento, há pessoas na esquina da rua do Cabral com Delfim Moreira. Anunciamos a reocupação! Quem puder chegar com mantimentos e barracas será bem vindo", escreveu uma pessoa no perfil do Facebook do grupo Anonymous. Manifestantes tinham deixado o local no início do mês de setembro, após 36 dias de ocupação.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia