Coruja é resgatada após ser cortada por linha chilena na Baixada

Ave estava em cima de uma árvore, impossibilitada de voar. No mesmo município, Civil fez ação para inibir uso de linha chilena

Por adriano.araujo , adriano.araujo

Rio - Uma coruja foi restagada de uma árvore pelo Corpo de Bombeiros após ficar ferida e impossibilitada de voar no bairro Banco de Areia, em Mesquita, Baixada Fluminense, na manhã desta sexta-feira.

De acordo com um relato de um morador feito aos militares, ela teria sido cortada na asa por uma linha chilena, usada ilegalmente por soltadores de pipa. O resgate aconteceu na Avenida Governador Celso Peçanha. A ave foi levada para o quartel de Nilópolis, onde ficará até ser encontrado um abrigo de animais silvestres para tratá-la.

Coruja foi resgatada por bombeiros do quartel de NilópolisSeguidor %40kaju_BM

Operação fecha fábricas de linha chilena

Proibida por leis estaduais e municipais, duas fábricas de linha chilena foram estouradas, nesta quinta-feira, por policiais da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA). Os estabelecimentos funcionavam nos bairros Presidente Juscelino, no Morro da Coreia, e SantaTerezinha, no município de Mesquita, o mesmo onde a coruja foi cortada pelo material.

Os agentes chegram aos locais após denúncias por telefone. Em um dos locais, o responsável não foi encontrado e no outro a fábrica não estava em funcionamento. Ainda segundo os policiais, os responsáveis serão indiciados pelo crime dearmazenamento irregular de produto nocivo à saúde humana ou meio ambiente, com base na Lei de Crimes contra o Meio Ambiente.

A operação fez parte de um trabalho que vem sendo desenvolvido pela DPMA desde o início do ano, com objetivo de coibir a fabricação e a comercialização de linhas cortantes no Rio.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia