Polícia prende quatro do Chapadão acusados de roubo de carro importado na Barra

Celular com monitoramento via satélite de vítima ajudou PMs e policiais civis a cercarem suspeitos na Avenida das Américas

Por marcello.victor

Rio - Quatro homens foram presos em flagrante após um cerco das polícias Civil e Militar, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, na noite desta quinta-feira. Eles estavam em um veículo adulterado que deu cobertura ao roubo de um carro importado. Segundo a polícia, o assalto foi realizado por encomenda. Os criminosos receberiam R$ 5 mil. O GPS da vítima auxiliou na prisão dos criminosos. Armas foram apreendidas e dois carros roubados recuperados. Todos os acusados são moradores do Morro do Chapadão, em Costa Barros, na Zona Norte.

A perseguição ao grupo começou após o cliente de um supermercado na Avenida Ércio Veríssimo, na Barra da Tijuca, ter sua Land Rover, modelo Evoque - avaliada em cerca de R$ 160 mil - roubada por dois homens armados no estacionamento, por volta das 21h30. Outros dois davam cobertura. A vítima foi até a 16ª DP (Barra da Tijuca) e informou aos policiais de plantão que seu telefone celular tinha serviço de monitoramento via satélite. O aparelho permite rastrear a movimentação de que está em seu poder.

Os policiais da delegacia passaram a informar em tempo real aos colegas que faziam ronda da Operação Repressão Qualificada - instituída pela ex-chefe de Polícia Civil, Martha Rocha, para reprimir o roubo de veículos - e a policiais militares do 31º BPM (Recreio dos Bandeirantes), em patrulhamento ostensivo de rotina na região.

De acordo com o batalhão, a Land Rover foi localizada próxima a um shopping, na Avenida das Américas. O veículo estava parado em um congestionamento na via. Ao perceber a movimentação policial, o motorista abandonou o carro e fugiu a pé.

Os policiais então perseguiram os ocupantes de um Celta preto, que daria cobertura aos ocupantes da Land Rover. Pedro Lima do Espírito Santo Lima, de 18 anos, Denizar Rodrigues Monteiro, 23, Ivonaldo Gomes de Lima Filho, conhecido como Esmeralda, e Ailton Lima Tomé, o Concha, ambos de 20 anos, acabaram presos no estacionamento de um hipermercado, também na Avenida das Amércias.

No Celta foram encontrados três revólveres calibre 38, uma pistola de ar comprimido e uma faca de caça. A polícia investiga se o quarteto tem ligação com a quadrilha que domina os pontos de venda de drogas no Morro do Chapadão, onde eles moram.

De acordo com a Polícia Civil, o Celta apreendido tem sinais de adulteração e será encaminhado para a perícia. A Land Rover roubada foi recuperada, assim como um Sedan Cruze, também utilizado na ação pelos bandidos e que foi encontrado no estacionamento onde os quatro acusados foram presos. O carro tinha sido roubado em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, em fevereiro de 2013.

Os quatro suspeitos confessaram o roubo na delegacia. Segundo o titular da 16ª DP, delegado Mario Luiz da Silva, eles contaram que foram contratados por um homem para roubar o carro importado. Ele exigiu que o grupo fosse de ônibus para a Barra da Tijuca, onde receberiam as armas e o carro usado na ação. Eles receberiam R$ 5 mil pela ação. A polícia tenta identificar o contratante.

O delegado orienta que outras vítimas que tiveram seus veículos roubados nos bairros da Barra da Tijuca e do Recreio dos Bandeirantes compareçam à delegacia para tentar reconhecer os presos. A suspeita é de que a quadrilha tenha cometido outros assaltos a motoristas na região.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia