Três acusados de sequestrarem jovem italiana na Região dos Lagos são presos

Alvaro de Jesus Batista, Peterson da Silva Inácio Rosa e Ronald Carlos Pereira de Jesus Torres participaram do sequestro da adolescente de 15 anos em março

Por paulo.gomes

Rio - Policiais da Divisão Antissequestro (DAS) prenderam nesta quinta-feira os três últimos criminosos que participaram do sequestro de uma adolescente italiana no mês de março, em Arraial do Cabo, na Região dos Lagos. Alvaro de Jesus Batista, Peterson da Silva Inácio Rosa e Ronald Carlos Pereira de Jesus Torres estavam foragidos desde que a jovem foi resgatada.

Pai e filha se abraçam durante reencontro na Delegacia Anti-Sequestro, no dia 19 de março deste anoOsvaldo Praddo / Agência O Dia

A adolescente, de 15 anos, foi libertada por policiais da DAS, em Cabo Frio, na Região dos Lagos, no dia 19 de março, após ficar quatro dias no cativeiro em poder dos sequestradores. Dois integrantes da quadrilha (Edson de Souza e Osmar Elias Barbosa), foragidos do sistema penitenciário e que atuavam a pelo menos 20 anos neste tipo de crime, foram mortos em troca de tiros com os agentes. Amarildo dos Santos Costa e Wallace Martins Ferreira já haviam sido presos. Não houve pagamento de resgate.

De acordo com o delegado Cláudio Góis, diretor da DAS, o empresário Ettore Castelluzzo, pai da menor, que mora há seis anos no Brasil, foi rendido com a filha na garagem da casa onde moram, em Arraial do Cabo, cidade vizinha a Cabo Frio. Os dois foram levados encapuzados para o cativeiro. No local, segundo Góis, Edson de Sousa, de 60 anos, conhecido como Coronel, apontado como o líder dos sequestradores, estipulou ao italiano o valor de R$ 750 mil pela liberdade da menor.

Ela foi mantida no local e o pai liberado em local desconhecido. O prazo para o pagamento seria na terça-feira, dia 18, quando os bandidos fariam contato por telefone. Segundo Góis, esse tempo foi fundamental para que os policiais conseguissem identificar os marginais e chegar ao cativeiro.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia