Aquecedor explode e hotel é interditado, em Copacabana

Acidente aconteceu na noite deste sábado e equipes do corpo de bombeiros foram chamadas. Não houve feridos

Por nicolas.satriano

Rio - O Hotel Augustos Copacabana, na Rua Bolívar 119, foi interditado pela Defesa Civil, na noite de sábado, por conta da explosão de um aquecedor elétrico do prédio de 13 andares e 102 apartamentos. Equipes do corpo de bombeiros foram chamadas, mas ninguém ficou ferido. Por medida de segurança, os 70 hóspedes tiveram que ser transferidos, temporariamente, para outra unidade da rede, o Augusto’s Rio Copa Hotel, também em Copacabana.

O incidente ocorreu por volta das 23h. Com o impacto da explosão, a porta de vidro da entrada do hotel se quebrou, assustando hóspedes, vizinhos e quem passava na rua. Ontem, técnicos da empresa Servenge, responsável pela manutenção do equipamento, e agentes da Defesa Civil fizeram uma vistoria no local. O hotel aguarda o resultado do laudo.

Aquecedor explode em hotel, em CopacabanaOsvaldo Praddo / Agência O Dia

SUSTO NA VIZINHANÇA

Uma moradora do prédio ao lado do hotel, que não quis se identificar, disse que estava no banho quando ouviu a explosão. “Pensei que algo estivesse acontecendo no meu edifício. Saí do banho rápido e fui até a janela tentar entender quando vi os hóspedes na rua”, relatou.

Alguns hóspedes foram pegos de surpresa, como o catarinense Eduardo Souza, 27 anos. Ele voltava do teatro, por volta de meia-noite, quando encontrou o prédio interditado e entrou em pânico. “Levei um susto quando vi o carro de bombeiros na frente do prédio. Um funcionário informou que eu deveria ir para outro hotel”, contou.

Segundo o proprietário do Hotel Augustos, Raul Antônio Matoso Augusto, a manutenção do aquecedor elétrico que explodiu é feita mensalmente. A última foi feita no início deste mês.
“O susto foi grande, mas o importante foi que ninguém se feriu. Estamos nos empenhando para causar o menor transtorno possível para os hóspedes”, disse Augusto


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia