Morre aluno da Escola Naval que passou mal após treinamento no Rio

Jean Caleb Maroto Sousa foi internado na UTI do Hospital Marcílio Dias após passar por treinamento com gás

Por tabata.uchoa

O aspirante Jean Caleb Maroto está internado na UTI após passar por treinamento na Escola NavalReprodução Internet

Rio - O aluno da Escola Naval Jean Caleb Maroto Souza, de 22 anos, morreu na noite deste sábado, no Hospital Naval Marcílio Dias, onde foi internado após passar mal depois de ser submetido a um treinamento na Base de Fuzileiros Navais, na Ilha do Governador.

O Comando do 1º Distrito Naval do Rio confirmou a morte do aluno através de um comunicado e informou que "as circunstâncias do fato estão sendo devidamente apuradas por meio de Inquérito Policial-Militar já instaurado".

O aspirante do 3º Ano da Escola Naval foi levado ao hospital no último dia sete por apresentar problemas respiratórios após um treinamento. De acordo com um amigo de Jean, o rapaz passou "mais de uma vez" por um treinamento "numa câmara de gás", o que agravou o seu estado de saúde.

Em nota, a Marinha do Brasil informou que o treinamento é regular: "Uma das etapas do exercício consiste em atravessar um túnel de cerca de três metros de comprimento com a presença de fumaça. Cabe registrar que o exercício em questão é regular e faz parte da Prática Profissional Naval, prevista no Programa de Ensino da Escola Naval, tendo sido cumprida pelos demais 32 Aspirantes Fuzileiros Navais sem incidentes", diz o texto.

Entenda o caso

Os aspirantes Jean Caleb Maroto e Vinícius da Silva Coelho foram levados para o Hospital Naval Marcílio Dias por apresentarem problemas respiratórios após treinamento na Base de Fuzileiros Navais da Ilha do Governador. De acordo com o 1º Comando do Distrito Naval, os alunos apresentaram queixas respiratórias após instruções sobre técnicas de combate.

O caso ocorreu no último dia sete. Segundo a Marinha, os dois alunos foram liberados no mesmo dia para regresso à Escola Naval (EN), onde permaneceram em observação na enfermaria. No dia seguinte, foram encaminhados para o Hospital Naval Marcílio Dias (HNMD) para a realização de exames complementares. Após avaliação, foi indicada a internação na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) daquele hospital, onde receberam o tratamento específico adequado.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia