Mulher é estuprada por morador de rua em Bento Ribeiro

Vítima foi encontrada muito machucada e encaminhada para o Hospital Carlos Chagas

Por tabata.uchoa

Rio - Uma técnica de laboratório, que completa 25 anos nesta terça-feira, foi agredida e estuprada quando seguia para o plantão do Hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes, na noite de sábado. Um morador de rua é suspeito de ter cometido o crime, sob o Viaduto de Bento Ribeiro. A vítima está internada o Hospital Badim, na Tijuca, onde seria submetida a uma cirurgia.

De acordo com o delegado-titular da 30ª DP (Marechal Hermes), Orlando Zaccone, a mulher foi encontrada pela polícia muito machucada: “Ela estava fora de si e tinha escoriações pelo corpo”. Ela trabalha na UPA de Queimados, mas daria plantão no Carlos Chagas.

O crime aconteceu por volta das 23h, e ela foi socorrida, inicialmente, no Carlos Chagas. Agentes da 30ª DP estiveram na unidade para tentar informações sobre o criminoso. Logo depois, um suspeito — encontrado vestindo uma camisa da seleção brasileira e uma calça listrada, como descreveu a vítima — foi detido e encaminhado para a delegacia. Até o fechamento desta edição, ele prestava depoimento. A mulher cedeu material para exame do IML.

De acordo com uma amiga, a vítima teve, também, fratura no nariz e traumatismo na face, o que pode comprometer a visão.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia