Animais de estimação também farão parte da torcida no Mundial

Venda de acessórios nas cores da bandeira do Brasil nos pet shops começa a esquentar com a chegada da Copa do Mundo

Por bianca.lobianco

Rio - Na contagem regressiva para o início da Copa do Mundo, uma torcida animal já se vestiu de verde e amarelo para empurrar a Seleção Canarinho rumo ao hexa. Se no comércio de rua, as vendas de artigos nas cores da bandeira do Brasil ainda não decolaram, nos pet shops a procura por roupinhas e acessórios começa a esquentar, aproveitando a empolgação dos donos dos bichinhos de estimação.

O boxer Bruce, de 1 ano, vai assistir a sua primeira Copa vestido a caráter. “Nem eu tenho uma blusa nova da seleção, mas compramos a do Bruce para trazer sorte para o Brasil”, anima-se a administradora de empresas, Patrícia Mendonça, 30 anos. Vizinha ao Maracanã, ela não quis comprar ingressos para Copa para poder ver os jogos em casa, ao lado de Bruce e do marido,o empresário Diego Abrantes Junqueira, 32 anos.

Entre Patrícia Mendonça e Diego Junqueira%2C Bruce já está no clima da CopaEstefan Radovicz / Agência O Dia

“O Bruce é a nossa maior paixão. Ele vai com a gente para todos os lugares. Claro que não poderia ficar fora da Copa”, conta Patrícia. O casal está programando festinhas para receber amigos e seus pets nos dias de jogos do Brasil, com direito a fogos e vuvuzelas. “O Bruce ainda não ouviu a buzina, mas não tem medo de fogos. Como nós, adora uma farra”, diverte-se Patrícia.

Como ela, a pintora Ana Cristina Teixeira, de 50 anos, também não renovou o guarda-roupa para a Copa. Continua com as camisas do último torneio. Só o gatinho da família, o Byte, de oito meses, está de uniforme novo. Ganhou duas camisas verde e amarela.

“Ele não gosta muito. Por isso, coloco a roupa, ele dá umas voltinhas e tiramos fotos. Mas tem que tirar porque ele fica logo incomodado”, conta Ana que deu o gato de presente ao filho, Antônio, 11 anos. “Vou torcer muito pelo Brasil, mas acho que a maioria das pessoas só vai se animar depois que o Brasil ganhar o primeiro jogo”, prevê ele, que já nasceu pé-quente, em 2002, junto com o pentacampeonato do Brasil.

Acessórios, roupas e até cerveja 

Os acessórios inspirados na Copa fazem sucesso entre os pets. De carona na empolgação dos donos de cães e gatos, as pet-shops abasteceram as prateleiras com peças e roupas temáticas. “Vendemos mais para cães, os gatos ficam incomodados. As peças limitam o movimento dos felinos, que se sentem presos”, explica a veterinária Isabela Morand, proprietária da Bicho Bacana, em Copacabana, onde as roupinhas para cães e gatos com motivos da Copa custam entre R$ 34,70 a R$ 51,10. Em outras lojas virtuais, é possível encontrar gravatinhas, bandanas, coleiras e moletons. Há até cerveja sem álcool especialmente para o paladar dos cães, à venda no site www.dogbeer.com.br.





Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia