Nova tecnologia ajudou 33 mil motoristas roubados

Aplicativo lançado há cinco meses foi baixado por mais de 1,6 milhão de pessoas. Para delegado, é a maior plataforma de segurança no país

Por bianca.lobianco

Rio - Com a ajudinha do cidadão e uma nova ferramenta tecnológica, a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e o Ministério da Justiça estão tentando reduzir os índices de um dos crimes que mais afetam e preocupam a população do país: o roubo de veículos. O aplicativo Sinesp Cidadão pode ser acessado tanto no computador quanto no aplicativo de celular, onde qualquer pessoa consulta placas de carros para verificar se estão ou não em situação regular. Graças às informações prestadas por pessoas comuns, 33 mil veículos roubados já foram recuperados desde o início do funcionamento do aplicativo no Brasil. 

Lançado há apenas cinco meses, já foi baixado por mais de 1,6 milhão de pessoas. No aplicativo, o cidadão digita a placa de um carro do qual suspeita e a ferramenta informa o modelo, cor, ano e se o veículo está legal. Com isso, pode-se saber se a placa foi clonada, por exemplo. Todas as informações vêm diretamente do banco de dados do Departamento Nacional de Trânsito.

Se o carro tiver sido roubado, aparece na tela uma tarja vermelha com a inscrição ‘veículo roubado’. Aí a pessoa é orientada a ligar para o 190 e denunciar o caso à Polícia Militar. Para Ronaldo Oliveira, ex-titular da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA) no Rio e atual assessor da Senasp, a ferramenta é a maior plataforma de segurança em uso no país.

“É de extrema importância para o trabalho da polícia essa atuação em conjunto com a população. Através das informações, temos condições de saber onde estão veículos clonados e roubados, podendo prender o criminoso e devolver ao proprietário o seu bem”, afirma Ronaldo, com a propriedade de quem foi recordista na redução dos índices de roubos de veículos durante 22 meses consecutivos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia