Roubo de equipamentos deixa alunos sem aulas em Duque de Caxias

Após ataques, escola ficou sem merenda e atividades nas salas de informática e vídeo

Por thiago.antunes

Rio - Uma onda de assaltos em escolas de Duque de Caxias tem deixado alunos sem algumas aulas. Os colégios Marie Curie, na Chácara Arcampo, e o Ciep Municipalizado Henrique de Souza Filho (Henfil), no Parque Paulista foram os principais alvos dos criminosos, que atacam no fim da noite e na madrugada, Foram furtados computadores, televisores, aparelhos de som, ar-condicionado e até merenda.

O último caso aconteceu no dia 1º de outubro no Ciep. Bandidos levaram diversos equipamentos, deixando 872 alunos sem acesso às salas de informática e de vídeo. A escola perdeu 11 computadores avaliados em R$ 11 mil, 11 estabilizadores, duas caixas amplificadas, um retroprojetor, um aparelho de DVD, um microondas, três aparelhos de CD, dois de ar-condicionado e um frigobar. O prejuízo foi calculado em aproximadamente R$ 18 mil. O crime foi registrado na 62ª DP (Imbariê).

Sala de informática do Ciep Henfil ficou sem os computadoresDivulgação

A unidade já foi vítima dos bandidos cinco vezes: o primeiro em dezembro de 2013 e depois em fevereiro, abril, agosto e outubro. O clima de tensão entre educadores de outras unidades também aumentou depois de terça-feira, quando uma professora sofreu um sequestro relâmpago, após sair de escola em Xerém. O caso foi registrado na 60ª DP (Campos Elíseos).

Na escola vizinha Marie Curie, na Chácara Arcampo, onde há 530 alunos, a situação também é crítica. Houve dez assaltos entre julho de 2013 e setembro deste ano. Segundo professores da unidade, 18 computadores foram roubados. “Já levaram até panelas de pressão, merenda escolar, carnes, além de cafeteiras e uma TV doada por professores. Só não levaram os livros”, contou uma educadora que não se identificou por temer ataques no entorno da unidade. “Estão assaltando usando bicicleta e até a pé”, disse.

Uma dona-de-casa de 36 anos afirmou que por muitas vezes deixou de levar a filha de 11 anos à escola devido à insegurança. “Ela ficou sem ir ao curso de informática por falta de computadores”, acrescentou, criticando a insegurança no local.

Grades (no detalhe) não evitaram a retirada do aparelho de TV na Escola Marie CurieDivulgação

Vereadora sugere vigias e instalação de câmeras

A vereadora Fátima Pereira, a Fatinha, que denunciou a onda de assaltos nas escolas, vai exigir que medidas sejam tomadas pela Secretaria de Educação. “É preciso colocar vigias noturnos e câmeras nas escolas, pois os alunos e professores não podem ser prejudicados. Os computadores precisam ser repostos imediatamente”, cobrou.

A Secretaria de Educação de Duque de Caxias garantiu que os computadores roubados nas duas escolas estarão instalados em cerca de 15 dias. Quanto ao restante dos equipamentos levados, a prefeitura está preparando a licitação para a aquisição dos produtos. Sobre a contratação de vigia noturno, a secretaria afirma que já contratou estes profissionais para as duas escolas da rede. 

A assessoria da PM disse, em nota, que 15° BPM (Caxias) atua em parceria com a Polícia Civil e realiza constantemente operações na região. Mas, a PM pede que moradores denunciem os crimes ao Disque-Denúncia (2253-1177).

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia