Problema em cilindro de GNV pode ter causado explosão em posto de combustível

Duas crianças morreram e outras três pessoas ficaram feridas. Mau estado de conservação do cilindro teria provocado acidente

Por paulo.lima

Rio - O mau estado de conservação do cilindro de gás natural veicular (GNV) é a principal hipótese da Polícia Civil para explicar a explosão que matou duas crianças na noite de sábado no posto de combustíveis Grifo, no bairro de Colégio.

RELEMBRE: Explosão de carro em posto de gasolina mata duas crianças

Investigadores da 29ª DP (Madureira), acompanhados de peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli, estiveram no posto em busca de imagens de câmeras que podem descartar a chance de que o defeito teria sido nas instalações do estabelecimento.

A Polícia Civil apura causas da explosãoEstefan Radovicz / Agência O Dia

As investigações deverão ser conduzidas, a partir de segunda-feira, pela 44ª DP (Inhaúma). Na explosão, Gustavo, de 8 anos, e Mateus, 9, foram jogados do banco traseiro para o dianteiro e morreram na hora. O corpo de um dos meninos foi dilacerado.

Pouco antes do acidente, Ednéia Oliveira, de 47 anos e Letícia de Oliveira, de 17, mãe e filha, estavam sentadas nos bancos da frente do Corsa prata da família, que era abastecido. Elas ficaram feridas e foram levadas pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital Getulio Vargas, na Penha, onde estão internadas em estado estável e sem risco de morte.

A polícia não confirmou se Ednéia é mãe dos dois meninos mortos. Um homem, não identificado e que estava do lado de fora do carro, ficou ferido levemente e dispensou atendimento médico. Havia informações que ele fosse familiar das outras vítimas, porém, nem a polícia, nem os bombeiros confirmaram.

Duas crianças morreram na explosão de um carro no posto de gasolinaEstefan Radovicz / Agência O Dia

O explosão aconteceu por volta das 21h20. O cilindro apresentava sinais de desgaste e com o acidente ficou retorcido e com um buraco no meio. Ele foi arremessado a cerca de três metros para trás do veículo. Entre 2010 e 2011, três casos semelhantes aconteceram na cidade de São Gonçalo, na Região Metropolitana.

Em setembro de 2010, cinco pessoas ficaram feridas após a explosão do cilindro de um Fiat Palio, no bairro do Arsenal. Em junho de 2011, uma mulher morreu e seis pessoas ficaram feridas na explosão do cilindro de um Escort no bairro do Mutondo. Meses depois, em outubro do mesmo ano, duas pessoas ficaram feridas em outra explosão em um posto na Rodovia Amaral Peixoto, na altura de Tribobó.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia