Mais Lidas

Morre PM baleado na UPP São Carlos

Outro homem, que seria morador, também foi alvejado e não resistiu aos ferimentos. Suspeito também foi ferido

Por thiago.antunes

Viatura foi atingida por vários tiros. PM foi baleado na cabeçaDivulgação

Rio - O soldado Caio Robinson da Silva Lins, 27 anos, morreu após ser baledo na tarde desta terça-feira por suspeitos de tráfico na UPP São Carlos, no Estácio, Zona Norte do Rio. Um homem identificado como Maurício Monnera, que seria morador da comunidade, também foi alvejado durante o confronto e não resistiu aos ferimentos. Outro homem, ainda não identificado, também foi ferido. As vítimas foram encaminhadas para o Hospital Central da Polícia Militar (HCPM).

O tiroteio aconteceu quando os PMs encontraram com um grupo de bandidos armados na Rua São Carlos. Após os disparos, os bandidos fugiram. No local do confronto foram apreendidos uma pistola calibre 45 e uma mochila com drogas. O caso está foi registrado na 6ª DP (Cidade Nova). A Polícia Civil informou que as investigações ficarão a cargo da Delegacia de Homicídios (DH).

Segundo a Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP), O Grupamento de Intervenções Táticas (GIT) das UPPs, assim como outras unidades da região, enviaram agentes para o local para ajudar nas buscas pelos criminosos que conseguiram fugir.

O soldado Caio era solteiro e estava na polícia desde 2012. Antes de trabalhar na UPP São Carlos, ele havia passado pelas UPPs Manguinhos e Arará/Mandela. Pelo WhatsApp do DIA (98762-8248), leitores enviaram fotos da viatura onde estaria o PM, alvejada por diversos tiros e com o vidro traseiro estilhaçado pelos disparos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia