Procon multa SuperVia por trens viajarem de portas abertas

Fiscais da autarquia derrubam defesa da concessionaria em processo

Por thiago.antunes

Rio - A SuperVia será multada pelo Procon após investigação da autarquia nos últimos dois dias, que constatou que diversos trens da empresa viajam de portas abertas. O órgão derrubou a defesa apresentada pela companhia no processo administrativo aberto devido ao atropelamento de um passageiro por um trem em 22 de dezembro na estação de Edson Passos. O passageiro caiu do trem, que viajava com portas abertas.

Os fiscais estiveram realizando viagens na hora do rush nos quatro principais ramais dos trens do Rio de Janeiro - Santa Cruz, Japeri, Belford Roxo e Saracuruna - e constataram que eles viajam de portas abertas por várias estações, ao contrário do que a concessionária alegou em sua defesa. 

Procon multa a SuperVia após constatar problema em trensDivulgação

De acordo com a empresa seus trens possuem um sistema de intertravamento de portas, atendendo a uma exigência do Procon Estadual. Caso a abertura das portas seja forçada pelos passageiros, equipes de funcionários seriam acionados para garantir o fechamento delas, de forma que as portas só ficariam abertas, no máximo no intervalo entre duas estações em sequência. Os fiscais do Procon Estadual, porém confirmaram que, no horário de rush, os trens lotados viajam com as portas abertas durante longos intervalos, parando e prosseguindo sem serem fechadas por várias estações.

Outra irregularidade constatada pelos fiscais é o desnível existente entre parte dos trens e as plataformas das estações, dificultando o acesso dos passageiros e colocando-os em risco. Em algumas delas o chão dos vagões está mais alto que as plataformas e em outros o nível está mais baixo. Em outros casos a distância entre o trem e a plataforma também é grande.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia