Polícia prende trio acusado de matar lutador de Muay Thai

Assassinato ocorreu em janeiro deste ano. Com dois deles foi localizado um revólver que pode ter sido usado no crime

Por adriano.araujo , adriano.araujo

Rio - Policiais da Delegacia de Homicídios da Capital (DH/Capital) prenderam, na manhã desta sexta-feira, três pessoas envolvidas na morte do lutador de Muay Thai Luiz Roberto Caetano Mendonça. O crime aconteceu no dia 26 de janeiro deste ano.

Os irmãos Edmar Dias Rodrigues e Elias Dias Rodrigues foram presos em cumprimento a mandado de prisão, expedido pela Justiça, pelo crime de homicídio. Contra a dupla já havia um mandado de prisão por outro homicídio.

Edmar e Elias foram localizados em uma casa, no bairro de Oswaldo Cruz, na Zona Norte, onde os agentes apreenderam dois revólveres, sendo que um deles pode ter sido usado para praticar o crime contra o lutador. Wallace Berta Bezerra, genro de Edmar, foi localizado no local de trabalho, no Cais do Porto, no Centro do Rio.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia