Tiroteio entre policiais e bandidos assusta moradores do Lins

De acordo com comandante da UPP Camarista Méier, três menores foram feridos e levados para o Hospital Salgado Filho

Por paulo.gomes

Rio - Policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Camarista Méier entraram em confronto com traficantes na noite deste domingo, na comunidade Boca do Mato, no Lins de Vasconcelos, na Zona Norte. Segundo o comandante da UPP, capitão Gabriel Marinho de Toledo, pelo menos três menores foram feridos e encaminhados para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier.

O capitão reconheceu que dois feridos, um garoto de 15 anos e uma menina de 13, não participaram do confronto. O menino foi atingido no olho por um tiro de pistola enquanto jogava bola. Já a menina, de acordo com o comandante, teria sido ferida por estilhaços que pode vir a ser arma de fogo. O outro ferido, um jovem de 17 anos, segundo o policial militar, participou do confronto com os PMs. Fato que foi negado pelos familiares do ferido.

LEIA MAIS: Maré e Rocinha têm registro de tiroteios

O garoto atingido no olho, foi transferido no início da madrugada desta segunda-feira para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro. O motivo foi a falta de um oftalmologista para a realização da cirurgia. Já a menina, que teve alta, relatou como acabou sendo ferida durante o tiroteio.

"Estava todo mundo brincando na rua quando a polícia começou a atirar e acertou um amigo nosso (o jovem de 17 anos). Os moradores reagiram e ninguém entendeu nada o que estava acontecendo e a policia reagiu com mais tiros ainda", diz.

Ela garante que não estava havendo nenhum confronto entre policiais e traficantes na comunidade. "Um (tiro) pegou no menino e quando eu vi tinha uma porção de coisa me atingindo. Pelo menos no pé acho que foi um tiro, mas não sei dizer. Mas não teve tiroteio nenhum com ninguém", relatou. O caso foi registrado na 25ªDP (Engenho Novo).

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia