Agetransp toma dores da Barcas S/A e recomenda investimento de R$ 155 mi

Documento sugere mudança em modelo de concessão. Secretário de Transportes, Carlos Roberto Osorio nega a possibilidade de aumentos de tarifas

Por nicolas.satriano

Rio - A Agetransp, agência estadual que deveria fiscalizar o transporte público, tomou as dores da Barcas S/A. Recomendou que o governo do Rio faça, no serviço de barcas, investimento de R$ 155 milhões. A quantia consta de estudo da Fundação Getúlio Vargas e da Agetransp e leva em conta supostos prejuízos da concessionária entre 2008 e 2013.

Para evitar novos problemas, o documento sugere mudança no modelo de concessão. Secretário de Transportes, Carlos Roberto Osorio nega a possibilidade de aumentos de tarifas.

Grana extra
O Ministério dos Transportes anunciou que, em julho, fará repasses da Cide (imposto sobre combustíveis) para os estados. Este ano, o Rio deverá ficar com R$ 30 milhões, grana que deve ser investida no setor.

Buraco pronto
Foi totalmente escavado o local onde ficará a estação do metrô Antero de Quental, no Leblon. A quantidade de areia encheria 41 piscinas olímpicas.

Vaidade
Um petista diz que gostaria de elogiar o correligionário Rodrigo Neves, prefeito de Niterói. “Mas ele se elogia tanto que não dá tempo pra gente falar”, ironiza.

Concorrência
A polícia foi chamada para conter a irritação de muita gente com a decisão do Shopping Cittá América de fechar uma passagem para o Downtown. A administração do Cittá diz que foi uma estratégia de marketing para mostrar aos clientes que eles não precisariam ir ao outro centro comercial.

Proposta popular
Deputados devem ter cuidado antes de aprovar o plebiscito sobre redução da maioridade penal. Vai que alguém inclui na consulta outra proposta simplista, como a pena de morte para políticos corruptos. Alguém duvida que seria aprovada? 

Medalha da Alerj e cadeia
Preso nesta segunda-feira, acusado de participar do esquema de corrupção na Fifa, o ex-presidente da Confederação Sul-Americana de Futebol Nicolás Leoz (E) recebeu da Alerj, em 2006, a Medalha Tiradentes dos deputados Roberto Dinamite e Coronel Jairo (D). 

"Nicolás Leoz promoveu grandes mudanças no futebol do continente"%2C argumentou Coronel JairoDivulgação


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia