Ex-presidente do Uruguai, Mujica se encontrará com estudantes da Uerj

Estadista falará com alunos na próxima quinta-feira; coletivo Marcha da Maconha está convocando militantes

Por paloma.savedra

Rio - Um encontro que terá como convidado o ex-presidente do Uruguai, José Mujica, promete lotar a Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) na próxima quinta-feira (27). Pepe, como é conhecido o estadista, falará com os estudantes da instituição na Concha Acústica do campus Maracanã, na Zona Norte a partir das 18h.

Posse de drogas para uso próprio não é crime, afirma ministro

Famoso por ser vanguarda na política de legalização das drogas e por sua simplicidade, Mujica estará no país para um seminário na Federação de Câmaras de Comércio e Indústria da América do Sul (Federasur) pela manhã. Mais tarde, Pepe estará com os estudantes.

Na foto, José Mujica com a presidenta Dilma Rousseff durante inauguração de complexo eólicoRoberto Stuckert Filho/PR

O tema do encontro ainda não foi divulgado. No entanto, o coletivo Marcha da Maconha está divulgando o evento no Facebook e pedindo a presença dos militantes da causa. Já são mais de 6 mil confirmados no evento na rede social.

Além disso, Pepe chega em momento decisivo para o debate da descriminalização das drogas no Brasil. Nesta quinta-feira, o Supremo Tribunal Federal iniciou o julgamento sobre a descriminalização das drogas. Será decidido o artigo 28 da Lei Antidrogas (11.343/2006), que estabelece penas alternativas a quem adquirir, transportar ou carregar consigo substâncias ilícitas.

Além de punir — mesmo que com penas alternativas — quem é flagrado com drogas, a atual legislação pune ainda quem cultiva maconha para consumo próprio. O STF julgará se issos erá penalizado ou não. 

A votação foi iniciada nesta quinta-feira — uando o relator Gilmar Mendes, que votou pela inconstitucionalidade dessas medidas —, mas o ministro Luiz Fachin pediu vista do processo e a sessão foi encerrada. Aind anão data prevista para que o julgamento seja reiniciado. 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia