Mortos em tragédia em Paraty são identificados

Perícia complementar em ônibus da Viação Colitur foi feita na manhã desta terça-feira. Resultado deve sair em 30 dias

Por tiago.frederico

Rio - Os 15 motos no acidente com o ônibus da Viação Colitur ocorrido no último domingo, no Morro do Deus Me Livre, em Paraty, na Costa Verde, já tiveram seus corpos identificados. Uma lista com os nomes foi divulgada pela Polícia Civil nesta terça-feira. Das 15 vítimas, 14 morreram no local e uma faleceu no Hospital de Paraty.

SAIBA: Pezão lamenta mortes em acidente de ônibus na Costa Verde

Foram identificados os corpos de Vanilda Santana Moura, 62, Juliana Rocha Medeiros dos Santos, 26, Gabriele Mateus de Macedo, 21, Sueli Testai Atui, 68, Kathellyn Fernanda Xavier de Abreu, 18, Talita Amâncio de Souza, 31, Robson Antunes Braga, 52, Claudia Maria Arruda, 54, Bruno Mariane da Silva, 26, Tatiana Assis de Albuquerque, 38, Raquel Amâncio de Souza, 39, Michely Aparecida Oliveira da Silva, 21, Ricardo Henrique de Souza, 22, Alex Pinheiro Medeiros, 35, e Kenia Diany do Nascimento Garcia, 22.

Tragédia aconteceu na estrada que liga Paraty a TrindadeJairo Roberto

As investigações do caso estão a cargo da 167ª DP (Paraty), que instaurou inquérito para apurar as circunstâncias do acidente. O ônibus, que estava na garagem da empresa, foi levado nesta manhã para a delegacia, onde uma perícia complementar foi feita, porém o resultado só deve sair em 30 dias.

LEIA MAIS:

Motorista gritou que estava sem freio, segundo vítimas

Prefeito e Colitur na mira do MP

De acordo com a Polícia Civil, vítimas e familiares já estão sendo ouvidos. Vítimas sobreviventes que seguem internadas serão chamadas para prestar depoimento, assim que receberem alta de seus médicos. Os agentes buscam testemunhas que possam ajudar nas investigações e também aguardam os resultados dos laudos periciais.

O serviço de assistência social de Paraty será mantido de plantão, segundo a prefeitura. Quem estiver com dificuldades para encontrar o nome de um familiar, deverá entrar em contato através do telefone (24) 3371-1623. Os familiares das vítimas fatais também devem entrar em contato a seguradora Maracanã Assistência Funerária, que atende a empresa Colitur. O telefone para contato é (21) 3312-4600 (21) 9 8477-9905 / 9 8554-0365 (Anderson Clay).

Em nota, a Prefeitura de Paraty lamentou o ocorrido e disse que se solidariza com as vítimas e seus familiares. Segundo o prefeito Case, os pacientes que foram transferidos em condições graves encontram-se internados, dando continuidade ao tratamento. O município afirmou que seguirá acompanhando a assistência às vítimas e aos familiares e exigirá uma investigação rigorosa das causas do acidente.

Hemorio convoca para doação de sangue

O Hemorio está convocando a população para doar sangue. Com o feriado prolongado, a unidade registrou uma queda de 40% nas doações voluntárias e a situação se agravou devido ao trágico acidente ocorrido em Paraty. De acordo com a unidade, bolsas de sangue foram enviadas para os hospitais de Angra dos Reis, onde a maioria dos feridos em estado grave foi transferida.

Foram feitas 44 coletas no domingo, no entanto, até as 11 horas desta segunda-feira, feriado da Independência, 27 bolsas tinham sido doadas, o que é muito baixo, segundo a coordenadora de hemoterapia da unidade, Esther Lopes. "Para prevenir possíveis emergências como a ocorrida no domingo, precisamos repor nossos estoques. Estamos convocando a população, que sempre se une em momentos difíceis, para doar sangue", explicou a médica.

Para doar sangue, é preciso ter entre 16 e 69 anos (incompletos), pesar mais de 50 kg, estar bem de saúde e portar um documento de identidade oficial com foto. Jovens entre 16 e 17 anos, podem realizar a doação mediante consentimento formal do responsável legal. O termo de autorização está disponível no site do Hemorio e deve ser entregue junto com uma cópia autenticada da identidade do mesmo responsável. Não é necessário estar em jejum, apenas evitar a ingestão de alimentos gordurosos nas 4 horas que antecedem a doação e de álcool nas últimas 12 horas.

O Hemorio funciona todos os dias, de 7 às 18 horas, incluindo sábados, domingos e feriados, na Rua Frei Caneca, 08 – Centro.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia