Informe do DIA: Aécio quer Osorio no PSDB para concorrer à Prefeitura do Rio

Senador tucano descartou apoio a Indio da Costa e aposta no midiático secretário estadual de Transportes, filiado ao PMDB

Por O Dia

Rio - Carlos Osorio, o midiático secretário estadual de Transportes, é o mais novo alvo do senador tucano Aécio Neves. Integrante do ‘PMDB do B’ — ou seja, do PMDB que não é nem de Eduardo Paes nem do governador Pezão —, Osorio estuda engrossar as fileiras tucanas. Sem quadros expressivos na cidade, Aécio decidiu lançar candidato próprio à Prefeitura do Rio.

O apoio a Indio da Costa, do PSD, foi descartado. Em 2010, ele foi vice na chapa presidencial encabeçada por José Serra, o arquirrival de Aécio no PSDB.

Discutindo a relação

A decisão de ter candidato próprio no Rio foi amadurecida por Aécio, depois que suas relações com o prefeito Eduardo Paes azedaram. Desde a eleição de 2014, os dois não se bicam.

Aliança

A Rede e o PSB negociam uma aliança para a disputa da Prefeitura do Rio — os últimos encontros foram entre o vereador Jefferson Moura e o presidente estadual do PSB, Rubens Bomtempo. Enquanto os socialistas apostam na ida de Marcelo Crivella (PRB) para o partido, a Rede tem o deputado Alessandro Molon como pré-candidato. A possibilidade de uma chapa entre as duas siglas está sendo avaliada.

O acordo

A amigos, Crivella tem dito que não trocará de partido. Mas o PSB ainda tenta convencê-lo do contrário — o trato envolveria o apoio do PRB aos socialistas na eleição, o que aumentaria o tempo da propaganda na TV.

Últimas de Rio De Janeiro