Polícia Ambiental apreende mais de 50 pássaros durante operações

Agentes prenderam ainda quatro pessoas e apreenderam duas espingardas durante três dias de fiscalização

Por gabriela.mattos

Rio -  Quatro pessoas foram detidas, 58 pássaros silvestres e duas espingardas foram apreendidas, nos últimos três dias, em operações deflagradas por policiais da Unidade de Policiamento Ambiental (UPAm) do Parque Estadual do Desengano, em municípios de Campos e de Itaocara, nas regiões Norte e Noroeste fluminenses.

No município de Campos, em uma área rural situada no distrito de Santa Maria, a equipe encontrou 17 pássaros silvestres mantidos em cativeiro e sem a devida autorização de órgão ambiental em uma residência. Uma pessoa foi detida.

Operações da Polícia Ambiental apreendem 58 pássaros silvestres em Campos e ItaocaraDivulgação

Em Itaocara, na região conhecida como Batatal, os policiais apreenderam 27 pássaros silvestres mantidos em cativeiro em uma residência. Duas pessoas foram detidas. Em Laranjais, outra localidade de Itaocara, a equipe apreendeu duas espingardas e 14 aves silvestres que estavam em uma casa onde uma pessoa também foi detida. Todos os presos foram conduzidos à 135ª Delegacia de Polícia (Itaocara) onde prestaram esclarecimentos. 

Todos os detidos responderão por crime ambiental. Um dos presos, flagrado pela polícia com duas espingardas escondidas em casa, responderá por posse ilegal de arma.

Os pássaros apreendidos serão conduzidos para o Comando de Polícia Ambiental (CPAm), em Bonsucesso, no município do Rio de Janeiro, e serão submetidos à avaliação do estado de saúde por um médico veterinário e, posteriormente, devolvidos à natureza.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia