Família acusa lutador por violência contra idoso

Caso ocorreu no meio da rua, em Niterói. Vítima foi encaminhada para hospital e levou dez pontos no lábio inferior

Por clarissa.sardenberg

Rio - A família de um idoso deficiente auditivo acusa um lutador de Muay Thai, de 42 anos, de agredi-lo com um soco na boca, no bairro Fonseca, em Niterói, no sábado passado. Segundo familiares, ele saiu de seu carro, onde estavam sua esposa e duas filhas pequenas, e agrediu o aposentado Murilo Paiva Duarte, de 64 anos, na esquina das ruas São Boa Ventura e Rubens Brasil.

Murilo foi socorrido e levado ao Hospital das Clínicas de Alameda, onde levou dez pontos no lábio inferior. A família prestou queixa na 78ª DP (Fonseca) e o caso foi registrado como “lesão corporal provocada por socos, tapas e pontapés.”

A vítima contou em depoimento que, por volta das 19h40, quando se preparava para atravessar a rua, o lutador passava com o carro e reclamou dele, que estava no meio da rua. O idoso gritou, mandando o homem passar, mas o agressor não teria gostado e partiu para a violência.

A jornalista Roberta de Souza, nora de Murilo, disse que o marido dela, Cleber Duarte, estava manobrando o carro e saiu em defesa do pai. “Ele já estava partindo para cima do meu sogro novamente”, afirmou.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia