Polícia identifica quatro que participaram de estupro coletivo

Dois suspeitos de publicar imagens e dois de participar do estupro coletivo já foram reconhecidos. Outros 29 participaram da barbárie que chocou o país

Por marlos.mendes

Jovem de 16 anos foi estuprada por 33 homens. Crime chocou o paísReprodução

Rio - A Polícia Civil identificou dois homens que postaram na Internet fotos e vídeo de uma jovem, de 16 anos, que teria sido estuprada coletivamente por 33 homens, no Morro São João, em Jacarepaguá, na Zona Oeste, além de outros dois que teriam participado do crime bárbaro, um deles visto em uma das imagens que se tornaram públicas. Nesta quinta-feira, a menina prestou depoimento na delegacia e fez exames. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a menina já tomou também medicamentos para evitar a contaminação por doenças sexualmente transmissíveis. O órgão informou ainda que ela foi encaminhada para um acompanhamento psicológico.

O caso chocou os internautas e ganhou uma grande repercussão nas redes sociais desde esta quarta-feira. No vídeo, a jovem aparece nua e desacordada após ser estuprada. Nas imagens, dois homens exibem a jovem: “Essa aqui, mais de 30 engravidou. ‘Intendeu’ ou não ‘intendeu’?”, diz um dos homens em maio a muitas gargalhadas.

Desde a divulgação do vídeo, diversas campanhas foram criadas em homenagem e solidariedade à vítima. Alguns usuários trocaram a foto do perfil e colocaram a frase "Eu luto pelo fim da cultura de estupro". Além disso, artistas também fizeram postagens sobre o assunto, como a atriz Camila Pitanga, que lembrou ainda de um caso de estupro no Piauí, em que cinco homens violentaram uma jovem. "Sufocada, consternada e muito triste com os casos de estupros coletivos ontem no Rio de Janeiro e no Piauí. Precisamos falar sobre a cultura do estupro", escreveu.

O Delegado Alessandro Thies informou que pede ao cidadão que tenha qualquer informação que possa auxiliar na identificação dos autores que entre em contato através do endereço de e-mail: alessandrothiers@pcivil.rj.gov.br.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia