Em crise, Liesa pede adiantamento de verba anual à prefeitura

Quantia é de R$ 2 milhões por agremiação, totalizando R$ 24 milhões. Geralmente, auxílio é concedido no último bimestre

Por gabriela.mattos

Rio - Em ano de crise acentuada na economia, a Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) anunciou que pediu adiantamento da verba anual destinada pela Prefeitura do Rio para auxiliar na preparação dos desfiles do Grupo Especial. A quantia é de R$ 2 milhões por agremiação, totalizando R$ 24 milhões.

Segundo o presidente da Liesa, Jorge Castanheira, o pedido se deve à necessidade de colocar o projeto do Carnaval 2017 em andamento. A Liga quer que o repasse seja feito entre julho e agosto, o que ajudaria as escolas a negociar material por preços mais baixos. Geralmente, o auxílio é concedido no último bimestre. A RioTur nega que tenha recebido a solicitação.

Para o jornalista Aydano André Motta, especialista em Carnaval, a verba é importante devido aos turistas e ao retorno financeiro que a festa atrai para a cidade, “mas as escolas precisam criar fontes de renda independentes de patrocínio, como mais eventos durante o ano”, avalia.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia