Professores protestam em frente à casa do governador em exercício do Rio

Docentes da Uerj tentaram tomar café da manhã nesta quinta-feira com Francisco Dornelles, mas foram ignorados

Por O Dia

Rio - Endereço da residência do governador em exercício do Rio, Francisco Dornelles, a Rua Itaipava, no Jardim Botânico, Zona Sul da cidade, foi renomeada, nesta quinta-feira. Em ato encabeçado por cerca de 40 professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), a via recebeu a seguinte denominação: "Rua do Calote". O termo faz referência aos atrasos no pagamento de salários e também de repasses para a instituição. Devido à greve dos docentes, alunos da Uerj ainda não tiveram uma sequer aula neste ano.

Manifestantes renomearam rua onde mroa o governador%2C no Jardim BotâncioUerjResiste / Facebook

Durante o protesto, até uma placa com o rosto do governador foi afixada em um poste que fica em frente ao prédio de número 18, com o objetivo de alertar aos moradores da região sobre a "mudança" no nome da via. O ato desta quinta-feira foi organizado pela Associação de Docentes da Uerj (Asduerj), com a intenção de surpreender o governador.

"Chegamos por volta das 6h30 e ficamos esperando o Dornelles aparecer para tomar um café com ele, mas o governador passou direto e não nos recebeu. Ele deu apenas um 'tchauzinho' de dentro do seu carro e foi embora com o Ademário (seu motorista)", reclamou o diretor da Asduerj, Paulo Alentejano. Ontem, a frase 'Vamos embora, Ademário' viralizou nas redes sociais. Isto porque, ao ser questionado por repórteres sobre o destino dos R$ 3 bilhões doados pelo governo federal, o governador não soube dar uma resposta, pedindo ao seu motorista que deixasse o local. "Estamos lutando pelo pagamento de nossos salários. Neste mês, só recebemos a metade. Dornelles prioriza as Olimpíadas e se esquece da educação", criticou Paulo Alentejano.

A Polícia Militar enviou duas viaturas e um camburão para acompanhar o ato e disse que não houve registro de confusão. Nsta tarde, um ato-aula, com o tema "Estado de Calamidade na Saúde e na Educação do Rio de Janeiro", está previsto para acontecer na Praça Pio XI, perto do Hospital da Lagoa e próximo à casa do governador.

PM enviou ao menos duas viaturas e um camburão para acompanhar manifestaçãoUerjResiste / Facebook

Num evento divulgado nas redes sociais, os organizadores disseram que hoje tem chá com "o governador mais amado do Brasil". "Que dá calote nos servidores, mas gasta 3 bilhões nas Olimpíadas", explicam os manifestantes. O evento deve começar às 15h. Além de professores, alunos, servidores e aposentados estão convidados para o ato.

A descrição do evento na rede social descreve, de forma irônica, Francisco Dornelles como "o governador que faz banquete de salmão com molho de framboesa, mas distribui comida podre nas escolas... O governador que pega empréstimo para obras faraônicas dos Jogos, mas deixa a Uerj, escolas e hospitais fecharem... O governador que fechou o IML.... O governador que não pagou os aposentados... O governador mais lúcido, competente e comprometido do país! O governador olímpico: Francisco Dornelles".

Manifestantes teceram críticas ao governo do Rio de JaneiroUerjResiste / Facebook


Últimas de Rio De Janeiro