Jornalista Geneton Moraes Neto morre aos 60 anos

Ele estava internado na Clínica São Vicente desde maio. Ele não resistiu a complicações causadas por um aneurisma da artéria aorta

Por gabriela.mattos

Geneton Moraes Neto morreu aos 60 anos no RioDivulgação

Rio - O jornalista Geneton Moraes Neto, de 60 anos, morreu, por volta das 18h30 desta segunda-feira. O profissional estava internado na Clínica São Vicente, na Gávea, Zona Sul do Rio, desde maio, e não resistiu a complicações causadas por um aneurisma da artéria aorta. Ele deixou uma mulher, duas filhas e netos.

Geneton começou a trabalhar na TV Globo nos anos 1980. Durante seus 40 anos de carreira, ele já foi editor do jornal RJTV, do Jornal Nacional e editor-chefe do Fantástico. Atualmente, ele produzia reportagens especiais para a GloboNews e escrevia em um blog no portal G1.

O jornalista também ficou conhecido por seus livros publicados, como O Dossiê Drummond: A Última Entrevista do Poeta Hitler/Satalin: O Pacto Maldito, e por seus documentários, como Canções do Exílio.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia