Ruas de São Gonçalo estão tomadas pelo lixo

Em crise financeira, prefeitura atrasa repasses à empresa que cuida da coleta e à administradora de aterro sanitário. Serviços estão funcionando à meia-boca

Por O Dia

Rio - As ruas de São Gonçalo estão tomadas de lixo. Com problemas graves na coleta domiciliar há pelo menos duas semanas, a população enfrenta um mar de detritos para seguir sua rotina. A chuva que caiu no tarde de ontem complicou ainda mais a situação. Com bueiros entupidos, os montes de lixo foram arrastados pelas ruas alagadas.

Sujeira na Rua Doutor Alberto Torres Reprodução Internet

As avenidas da cidade se transformaram em lixões. Segundo o jornalista Vinícius Amparo, 22 anos, morador do município, a coleta tornou-se imprevisível. "O lixo às vezes fica acumulando na nossa porta durante uma, duas semanas. Depois o gari aparece. Em seguida, o problema recomeça. A gente nunca sabe quando ele volta. Está cheio de ratos", conta.

O motivo de tanto lixo nas ruas é a crise financeira do município. A Marquise, empresa privada responsável pela coleta no município, está recebendo os repasses da prefeitura com atraso. A Prefeitura também deve a empresa Foxx Haztec, responsável pelo aterro sanitário da região. Ou seja, há poucos lixeiros trabalhando e o aterro sanitário está operando com dificuldades.

A Prefeitura de São Gonçalo culpa os graves problemas financeiros do município pelo problema, mas nega que a coleta de lixo esteja funcionando de forma irregular. De acordo com o órgão, de abril até dezembro, a arrecadação caiu 80% em relação a 2015, o que teria ocasionado os atrasos nos repasses para as empresas.

Ainda segundo a Prefeitura, uma força-tarefa com 160 homens, 34 caminhões e três retroescavadeiras trabalham para limpar os principais corredores viários e os bairros mais populosos, como Alcântara, Colubandê e Trindade.

Lixo espalhado pela Rua Vicente de Lima CletoReprodução Internet

Nas redes sociais, internautas mostram revolta com a sujeira. “Já tem vários dias que a coleta de lixo não entra nas ruas laterais no Mutondo, é uma vergonha! Quando passam é somente nas ruas principais. É um absurdo!", postou a moradora Marcela Bastos em um grupo de moradores no Facebook. 

R$ 35 milhões de dívida

O problema da coleta de lixo em São Gonçalo parece estar longe do fim. Ontem, muitos moradores postaram vídeos nas redes sociais com o lixo escorrendo pelas avenidas do município. 

A Prefeitura admite que ainda não tem um plano para uma solução definitiva. Os bairros que estão sofrendo mais com o atraso na coleta são Rosane, Boa Vista, Boaçú e Porto Novo.

De acordo com a Marquise, empresa responsável pela coleta, a dívida da Prefeitura de São Gonçalo já ultrapassa o valor de R$ 35 milhões. "Hoje, a Marquise está operando com dificuldades e os serviços de limpeza urbana no município estão comprometidos por conta dessa inadimplência. A empresa segue prestando seus serviços apenas por conta do compromisso com o bem-estar da população.", diz a empresa, em nota.

Últimas de Rio De Janeiro