'Não vai ficar com a guarda de nenhum', diz carta escrita pelo pai de crianças

Bilhete revela rixa com a mãe das crianças. A suspeita é que Cesar Antunes Junior tenha esfaqueado os dois filhos e se jogado do 5ª andar em seguida

Por O Dia

Rio - A polícia encontrou uma carta direcionada à ex-mulher deixada por Cesar Antunes Junior, de 48 anos. O bilhete foi deixado no apartamento onde ele morava, na Freguesia, Zona Oeste do Rio. O homem foi encontrado morto, na madrugada deste domingo, no estacionamento do condomínio, ao lado dos corpos dos filhos Maria Nina Magalhães Castro Antunes, de 10 anos, e Bernardo Magalhães Castro Antunes, de 6 anos. A suspeita é que ele tenha cortado o pescoço das crianças e jogado os corpos pela janela. Logo depois, ele teria se atirado do 5º andar.

Na carta%2C pai debocha da mãe das crianças. "Cadê a poderosa%3F"Reprodução

Na mensagem, ele debocha da mãe das crianças, a servidora pública Andrea Magalhães Castro. "Cadê a poderosa?". O conteúdo da carta também também mostra que ambos brigavam pela guarda dos filhos. "Não vai ficar com a guarda de nenhum dos dois e também não vai me colocar na cadeia kkkk", escreveu.

Segundo uma testemunha contou, César sofria de depressão. No Facebook dele, é possível ver algumas fotos e mensagens para os filhos. No dia 24 de fevereiro, há menos de duas semanas, ele compartilhou uma imagem que diz que os filhos "têm uma mãe que os ama mais do que tudo no mundo".

Após ouvirem barulhos suspeitos, os vizinhos da rua acionaram o 18º BPM (Freguesia). "Eu ouvi um barulho de madrugada, muito forte. Mas eu não sabia (das mortes). Ouvi um grito e um barulho parecido com arrombamento de porta. Estou até tremendo", conta Nadir Fernandes, secretária administrativa de 51 anos, que mora na rua onde a tragédia aconteceu.

Cesar Antunes Junior cortou o pescoço dos filhos%2C Maria Nina e Bernardo%2Ce se matou em seguidaReprodução/Facebook

Reportagem dos estagiários Rafael Nascimento e Caio Bellandi

Últimas de Rio De Janeiro