Polícia procura envolvidos na morte de PM no Engenho Novo

Militar foi morto durante confronto com suspeitos na Zona Norte

Por O Dia

Rio - A Delegacia de Homicídios (DH) faz buscas para identificar os envolvidos na morte do soldado PM Anderson de Azevedo Marques, 31 anos, morto durante confronto com bandidos na Rua Barão do Bom Retiro, altura do Morro São João, no Engenho Novo, Zona Norte do Rio, na manhã deste domingo.

PM foi morto após reagir a tentativa de assaltoDivulgação

O Portal dos Procurados divulgou, na tarde desta segunda-feira, cartaz com as informações e oferece R$ 5 mil pelo paradeiro dos criminosos. Anderson é o 51º PM morto em 2017 —, sendo 11 em serviço, 29 de folga e 11 reformados. 

Segundo a Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP), o PM era lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Lins. A vítima e outro policial identificado apenas como Adriano estavam em patrulhamento e abordaram uma motocicleta com dois suspeitos. Os militares foram atacados em seguida e, além deles, mais duas pessoas que passavam pelo local foram atingidas.

Anderson foi atingido na cabeça e o soldado Adriano no braço. Todos foram socorridos e levados para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier. Anderson não resistiu aos ferimentos e faleceu durante a cirurgia. Segundo informações do CPP, uma pistola foi apreendida durante a fuga dos suspeitos.

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização dos suspeitos, deve enunciar pelos seguintes canais: WhatsApp ou Telegram dos Procurados (21) 96802-1650; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/, pelo mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo aplicativo do DD. Em todos os canais, o anonimato é garantido.


Últimas de Rio De Janeiro