Tentativa de assalto a carro-forte na Prefeitura do Rio tem vigilantes baleados

Bandidos atiraram contra vigilantes que faziam a segurança do veículo local. A Polícia Militar faz buscas na região para prender ladrões

Por O Dia

Rio - Uma tentativa de assalto a um carro-forte dentro da Prefeitura do Rio de Janeiro, na Cidade Nova, causou pânico na manhã desta quarta-feira em quem chegava para trabalhar na sede do governo municipal. Dois vigilantes que faziam a segurança do veículo de valores foram baleados no ataque de pelo menos quatro criminosos armados de fuzil.

As marcas do tiroteio estão por toda parte. "Foi por volta das 8h. Os bandidos já estavam dentro da Prefeitura. Quando viram os seguranças, eles tentaram roubar o carro-forte. Houve intensa troca de tiros", disse Carlos Nascimento, 59 anos, que presta serviço para a prefeitura. "A coisa foi muito rápida, muito tiro. Só deu tempo de gritar. 'Vamos se jogar no chão, é tiro!' É uma situação de insegurança total. No momento em que estavamos aqui poderíamos ser atingididos", contou.

Dois vigilantes que faziam segurança do carro-forte foram baleados por bandidos na Prefeitura do RioAgência O Dia

Informações dão conta que pelo menos um dos malotes com dinheiro teria sido levado. O secretário municipal de Ordem Pública, Paulo César Amêndola, está no local e acompanha o trabalho da polícia. Ele disse que ainda está sendo apurada a dinâmica do fato.

"As informações estão totalmente desencontradas. Tem gente que diz que eles entraram e ficaram dentro com um carro branco, só que não tem confirmação desse dado. Outro dado que eu confirmei com quatro pessoas é que passou um carro aqui e largaram quatro marginais armados de fuzil e entraram atirando lá para dentro, com uma outra equipe de marginais armada de fuzil, do lado de fora do muro, atrás do Hospital da Polícia Militar. Tanto é que a parede de vidro aqui está toda furada, assim como a parede de concreto. É possível que esta informação seja a mais segura.

Equipes do 4°BPM realizam buscas na região para prender os criminosos e já conseguiram localizar o veículo utilizado por eles. No local do roubo, os policiais apreenderam dois carregadores de fuzil AK 47 usados pelos assaltantes. Os vigilantes foram socorridos com ferimentos leves causados pelos tiros no braço e perna para o Hospital Municipal Souza Aguiar. 

"Estamos buscando dados com funcionários que tenham visto a ação. As câmeras do Centro de Operações da Prefeitura (COR) também serão solicitadas. A perícia será feita nos dois carregadores de fuzil, além das munições e cápsulas abandonadas. Ainda não temos a informação da empresa se foi roubado algum malote", disse José Ricardo Soares, diretor de operações da Guarda Municipal.

Reportagem do estagiário Rafael Nascimento, com supervisão de Adriano Araujo

Últimas de Rio De Janeiro