Mais Lidas

Rio ganha serviço com assistência jurídica e social para refugiados e imigrantes

Centro de Proteção a Refugiados e Imigrantes (Cepri) tem como público-alvo as mulheres vítimas de violência, crianças desacompanhadas e a população LGBT

Por karilayn.areias

Rio - A Fundação Casa de Rui Barbosa, em Botafogo, zona sul do Rio, abre hoje (22) um espaço com a finalidade de oferecer assistência jurídica e social a estrangeiros que chegam ao Brasil e procuram a cidade do Rio de Janeiro como local de estadia. O Centro de Proteção a Refugiados e Imigrantes (Cepri) vai funcionar na sede da fundação com uma clínica jurídica que tem como público-alvo as mulheres vítimas de violência, crianças desacompanhadas e a população LGBT. 

A advogada Lorena Carneiro, que faz parte do projeto do Cepri, informou que, além de atender aos grupos mais fragilizados, o serviço vai auxiliar os refugiados e imigrantes em questões sociais, como acesso ao mercado de trabalho, à educação e à saúde.

"Nós já temos alguns casos de venezuelanos, cubanos, haitianos, que já nos procuraram e souberam, antes da inauguração do espaço, principalmente [sobre] acompanhamento junto ao Conare [Comitê Nacional para os Refugiados, do Ministério da Justiça e Segurança Pública], de como está o processo de solicitação de refúgio. Então, o que a gente faz, como uma instituição não pertencente ao Conare, é uma preparação para que a pessoa passe pela entrevista de elegibilidade, dar mais informações sobre o instituto do refúgio, e também o que eles podem usufruir de direitos sociais aqui no Brasil", explicou.

Lorena Carneiro disse, ainda, que o serviço vai atuar na judicialização dos casos de solicitação de refúgio que são negados, o que já é uma tendência mundial e que agora começa a tomar força no Brasil. A advogada não soube precisar o número de refugiados ou imigrantes no Rio de Janeiro, pois, segundo ela, o fluxo de venezuelanos aumentou bastante, principalmente neste ano. Mas garantiu que todos que procurarem atendimento serão acolhidos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia