Mais Lidas

Delegacias investigam assaltos a estabelecimentos na Zona Sul

Os policiais querem saber se os assaltos estão relacionados e se os criminosos são os mesmos. Até agora, em toda a Zona Sul mais de 20 locais foram assaltados.

Por RAFAEL NASCIMENTO

Rio - Delegacias da Zona Sul investigam os assaltos a estabelecimentos comerciais do Flamengo, Humaitá e Leblon nos últimos quatro dias. Os policiais querem saber se os assaltos estão relacionados e se os criminosos são os mesmos. Até agora, em toda a Zona Sul mais de 20 estabelecimentos foram assaltados. O caso mais recente aconteceu na manhã de ontem, no Leblon. Clientes e dez funcionários de uma loja do Balada Mix foram rendidos por dois bandidos armados e ficaram reféns. Os suspeitos queriam o dinheiro do pagamento dos empregados. Como não acharam, levaram R$ 600 do caixas e pertences de todos.

Segundo Antonio Artur Esteves, um dos sócios do Balada Mix, que fica na Rua Ataulfo de Paiva, a dupla chegou de Fiorino branca e ficou cerca de 10 minutos no local. As vítimas ficaram num canto da loja, sob a mira de uma arma. "Estavam muito nervosos e perguntavam o tempo todo onde ficava o meu escritório. Expliquei que ficava em outro endereço. Aí eles pegaram o dinheiro que estava no caixa e fugiram", disse Antonio, que foi obrigado a mostrar todo o estabelecimento para aos criminosos e provar que não havia escritório no local. "Essas é a situação (de violência) que estamos atravessando. Não tem mais lugar seguro no Rio", concluiu Antonio. Abalado, o empresário foi levado à 14ª DP (Leblon) onde prestou depoimento. "Minha filha mora em Portugal, e ela já me ligou chorando e perguntando se eles tinham me maltratado", disse.

Doze horas antes, clientes da Pizzaria Mama Rosa em Laranjeiras, também ficaram na mira de bandidos. Por volta de 22h, do domingo, armados, os criminosos chegaram ao local e levaram parte do dinheiro que estava no caixa do estabelecimento e alguns clientes. No último dia 20 de fevereiro a loja já havia sido roubada. "Foram levando tudo o que estava no delivery da pizzaria. Depois pegaram os pertences de alguns clientes e dos funcionários. Fizeram a mesma coisa há pouco mais de duas semanas", contou um funcionário da loja. "Não existe mais polícia nesse bairro. Domingo é o pior dia de trabalhar aqui. As ruas ficam todas desertas e corremos risco", lembra o funcionário da pizzaria.

Durante todo o ano passado, mais de 5.500 ocorrências de roubos foram registradas em todos os bairros da Zona Sul. De acordo com dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), 329 estabelecimentos foram roubados. Moradores criticam o auto número de assaltos a falta de policiamento.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários