Mais Lidas

MP analisa imagens de câmera de 'suítes' da Cadeia de Benfica

A denúncia, que chegou de forma anônima ao MP, foi publicada pela Coluna Informe do DIA, do jornalista Paulo Cappelli, com exclusividade

Por GUSTAVO RIBEIRO

 'Suítes' de Benfica tinham  cama de casal, TVs e luz vermelha.
'Suítes' de Benfica tinham cama de casal, TVs e luz vermelha. -

Rio - Milhares de horas de gravações, feitas por uma câmera na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, começaram a ser analisadas pelo Ministério Público. O equipamento fica diante das celas que foram transformadas em suítes para encontros amorosos de detentos. A denúncia, que chegou de forma anônima ao MP, foi publicada pela Coluna Informe do DIA, do jornalista Paulo Cappelli, nesta quarta-feira. O coronel da PM Erir Ribeiro Costa Filho, que até 18 de janeiro era secretário de Administração Penitenciária, será chamado para prestar esclarecimentos.  

Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), 27 presos têm direito a visita íntima naquela prisão, dois deles réus na Operação Lava Jato. Os nomes não foram divulgados pelo secretário David Anthony. As seis celas modificadas ficam no quarto andar da unidade.

Ainda de acordo com a Seap, durante a varredura feita nesta quarta-feira na penitenciária foram encontrados cerca de R$ 10 mil, roupas de uso não permitido, gêneros alimentícios in natura e um bloco de consulta odontológica com carimbo. Segundo a Corregedoria, dos R$ 10 mil, R$ 7.404 eram irregulares e o residual de R$2.596 veio da cantina. 

A Seap também informou que "está sendo providenciada a publicação no Boletim Interno referente às substituições do Diretor, Subdiretor e Chefe de Segurança da Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, que serão alvos de investigação."

Suítes semelhantes a motéis

Inspeção feita pelo Ministério Público do Rio detectou seis suítes semelhantes a encontradas em motéis. De acordo com o MP, seriam usadas para visitas íntimas "entre outras possíveis irregularidades". O MP também recebeu a informação de que mulheres receberiam dinheiro para fazer sexo com detentos da Lava Jato. O presídio conta com ala feminina e agentes penitenciárias.

Nas suítes de Benfica, camas de casal, luzes vermelhas, televisores e piso de porcelanato proporcionam o clima perfeito para o amor bandido. Um dos quartos tem até mesmo uma parede pintada com um coração.

Na Cadeia Pública de Benfica, estão presos secretários estaduais da gestão de Sérgio Cabral, como Wilson Carlos (Governo) e Hudson Braga (Obras), além da alta cúpula da Assembleia Legislativa, composta pelos deputados Edson Albertassi, Jorge Picciani (presidente da Alerj) e Paulo Melo, todos do MDB. Cabral foi transferido de Benfica para presídio federal no Paraná no dia 18 de janeiro.

A fiscalização foi feita por promotores do MP no dia 19. Desde então, o Grupo de Atuação Especializada em Segurança Pública (Gaesp) investiga o caso. Ainda não é possível precisar a data em que as suítes foram construídas. O presídio também foi frequentado por empresários envolvidos na Lava Jato. No fim de 2017, boa parte deles deixou a prisão por determinação da Justiça.

O âncora Ricardo Boechat, da rádio BandNews FM, comentou no programa de hoje.

Irregularidades na Seap

O MP também identificou diversas irregularidades relacionadas à Seap de 2015 a janeiro de 2018, como pagamentos a fornecedores por Termos de Ajuste de Contas sem cobertura de contrato e dispensa de licitações, o que impede a seleção de proposta mais vantajosa. Na lei das licitações, as práticas são vistas como exceções e a Seap as considerava como regra.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários